Folha Vitória Websérie de cineasta capixaba premiado mundialmente começa nesta terça-feira

Websérie de cineasta capixaba premiado mundialmente começa nesta terça-feira

A série tem uma pegada de humor, mas vai tratar de um assunto super sério e necessário para a sociedade: autocuidado e saúde mental

Folha Vitória
Foto: Divulgação/ Sala de Espera
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

O lançamento da websérie 'Sala de Espera' acontece nesta terça-feira (21), às 20 horas. O projeto de humor e ficção, escrito pelo capixaba Renan Amaral, foi produzido e roteirizado no Espírito Santo.

>> Cineasta capixaba premiado mundialmente lança websérie de humor com incentivo cultural do ES

A série tem uma pegada de humor, mas vai tratar de um assunto super sério e necessário para a sociedade. 

"A ideia surgiu da necessidade de abrir diálogos sobre saúde mental. Na série, a gente teve muito cuidado em não diagnosticar distúrbios e transtornos em cena."

Durante a pandemia, Renan, que já morou em Madrid e Los Angeles, mas atualmente reside em Vitória, usou isolamento para escrever um novo roteiro.

A websérie 'Sala de Espera' foi contemplada por uma lei de incentivo cultural do Estado. O público terá acesso online gratuito a esse trabalho que com certeza vai fazer rir, mas também promete emocionar!

"É um desafio gigantesco fazer humor, então nos unimos. O humor é coletivo e tem muito de todo mundo. Não é coisa de roteirista ou diretor! Cada ator tem o seu detalhezinho para compor o personagem. Estou muito orgulhoso de concluir um trabalho como esse."

SALA DE ESPERA

O humor tem o poder de nos tirar do caos. Sorrir é uma verdadeira arma contra a tristeza. E na websérie, a promessa é fazer com que as pessoas possam dar muitas gargalhadas durante os seis episódios.

Assista a entrevista completa feita pela equipe da TV Vitória!

"Não damos nome a nada porque não queremos fazer piada com isso. O que a gente quer é mostrar o cotidiano, fazendo com que a comicidade esteja nas relações entre os personagens e que o público olhe e se veja em certos comportamentos. Talvez assim, a gente consiga ter mais empatia para com o próximo!".

Em uma sala de espera de um consultório psiquiátrico, os pacientes interagem com Joseane, uma secretária nada convencional que tem um coração enorme, e uma habilidade ainda maior para atrair confusão!

"Foi um grande desafio não só por ser audiovisual e a gente saber a complexidade que é isso, mas por todo esse momento de pandemia, de se entender como gravar com segurança, além dos aspectos que estarão em cena e de sermos muito cuidadosos".

O objetivo da produção é entreter e alegrar o público, mas também, abrir diálogos!

Distúrbios e transtornos da mente são diagnósticos que precisam de atenção, e mesmo tratando-se de um projeto humorístico, o assunto é sério e deve ser discutido, mas quem disse que não pode ser por um caminho mais leve e descontraído?

"Tivemos muito cuidado para sermos delicados ao tratar sobre esse assunto. Nós não queremos fazer piada sobre, mas sim que cada um se identifique um pouco com algum aspecto, já que há muito do cotidiano que com certeza você vai ver e falar: 'Nossa. Eu faço isso!'. A graça está nessa identificação!".

Pensando na websérie como um todo, a equipe envolvida na produção teve cautela ao abordar o tema de uma maneira humana, sem fazer piada ou citar diagnósticos em cena. Afinal, o diálogo precisa estar aberto e o autocuidado é fundamental!

Além disso, em meio à pandemia, ideias foram surgindo para que tudo desse certo durante a produção, mas eles tiveram o principal: a união do time!

"Foi uma escolha em comum acordo com toda equipe, por exemplo, de que os atores em cena utilizassem máscaras, e isso ´´e uma camada nova para a dinâmica, já que perdemos um elemento importante que é a fala. Fizemos de tudo para que isso não fosse um obstáculo. Conversamos muito sobre o movimento do corpo para que ele 'falasse' de alguma forma."

E com o desafio de contracenar de máscaras, mais ideias.

"Pensamos em máscaras personalizadas para cada personagem e situação. Isso fez com que elas fossem inseridas nesse contexto. São camadas nesse processo de produção que precisamos nos adaptar de alguma forma para fazer acontecer".

Para celebrar cada lançamento, uma live acontece às 19h30, pelo Instagram @jemastefilmes para falar sobre os bastidores, contar curiosidades e reforçar a importância do autocuidado! Após o lançamento, a cada dia um episódio será liberado.

"Será lançado um episódio por dia ao longo de seis dias. Sempre antes do lançamento faremos a LIVE DA ESPERA, onde eu me juntarei com os atores para falarmos dos bastidores, do processo, e também sobre o autocuidado e importância de cuidarmos da saúde física e mental!".

A série 'SALA DE ESPERA' será lançada nesta terça (21) pelo YouTube: LEI DE INCENTIVO CULTURAL

A websérie é uma produção da Jemastê Filmes com recursos da Lei Aldir Blanc, via Edital da Secretaria da Cultura do Estado do Espírito Santo (Secult-ES), direcionada pela Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo, do Governo Federal.

Últimas