Cidades Fumaça de incêndio em armazém de SC pode chegar a São Paulo

Fumaça de incêndio em armazém de SC pode chegar a São Paulo

Uma escola de Guaratuba (PR), na divisa com SC, já suspendeu as aulas

  • Cidades | Do R7, com Rede Record

Bombeiros resfriam apenas a área em volta do local do incêndio porque a água pode tornar a fumaça tóxica

Bombeiros resfriam apenas a área em volta do local do incêndio porque a água pode tornar a fumaça tóxica

Reprodução/Corpo de Bombeiros de Santa Catarina

O Centro Toxicológico de Santa Catarina afirmou que o vento está levando a fumaça emitida durante o incêndio no armazém da empresa Global Logística em direção ao continente. De acordo com o órgão, a fumaça já chegou ao Paraná e pode atingir o sul do Estado de São Paulo. O fogo começou na noite de terça-feira (24) e ainda não foi controlado.

Uma escola em Guaratuba (PR), cidade próxima à divisa com Santa Catarina já suspendeu as aulas. Comércio e serviços em São Francisco do Sul, onde fica o armazém incendiado fecharam as portas nesta quarta-feira (25). Autoridades estão orientando a população a não sair de casa.

Até o começo desta tarde, 120 pessoas já haviam sido atendidas no hospital de São Francisco do Sul. Outros 200 moradores estão em abrigos e 300 tiveram que deixar suas casas em um raio de 2 km do local do incêndio.  

O galpão atingido tem 4.480 m² e armazenava fertilizante à base de nitrato de amônia, diafosfato de amônia e cloreto de potássio,substâncias consideradas, segundo os bombeiros, moderadamente perigosas e que provocam grandes concentrações de fumaça. Não há chamas visíveis no incêndio. O Corpo de Bombeiros está resfriando a área, pois caso seja jogada água no local, a fumaça poderá se tornar tóxica.  

Em contato com mucosas, a fumaça pode provocar tosse, irritação e lágrima nos olhos, além de dor e queimação. A recomendação para quem não se sentir bem é que procure um ambiente arejado e aberto e beba bastante água. Também é necessário que a parte do corpo irritada seja lavada com água. Casos graves devem ser levados ao hospital. 

O governador do Estado, Raimundo Colombo, estava em São Francisco do Sul, nesta tarde, acompanhando o trabalho das equipes. Bombeiros de sete cidades foram deslocados, além de homens da Polícia Militar e das Forças Armadas. 

Governo de SC diz que fumaça de incêndio não é tóxica

Leia mais notícias de Cidades

Últimas