Bombeiros confirmam um morto e três resgatados em queda de prédio

Desabamento Fortaleza

Desabamento Fortaleza

Gazeta Digital

Uma pessoa morreu e três foram resgatadas no desabamento do prédio de sete andares em Fortaleza, na manhã desta terça-feira (15). A informação foi confirmada pelo Corpo de Bombeiros. A equipe local afirma que há uma estimativa de que existam entre 10 e 15 pessoas soterradas.

Leia também - Motoqueiro morre em colisão com caminhão na avenida dos Trabalhadores

O desabamento ocorreu no cruzamento da rua Tibúrcio Cavalcante com rua Tomás Acioli, entre os bairros de Dionísio Torres e Joaquim Távora, uma área nobre da capital cearense.

A queda do edifício, que ocorreu por volta das 10h30, atingiu um caminhão e uma residência ao lado da edificação. A área também foi isolada por risco de explosão. Na manhã desta terça-feira, uma pessoa foi retirada dos escombros, mas, até o momento, não há informações sobre seu estado de saúde.

A corporação afirmou ainda que há uma equipe no local para verificar se outros prédios estão em risco ou comprometidos pelo desabamanto da edificação. Os Bombeiros informaram que há familiares em contato com a corporação para informar sobre vítimas que estariam nos escombros.

Os Bombeiros disseram ainda que há uma possibilidade não confirmada de vazamento de gás que teria levado à queda do prédio.

A Defesa Civil de Fortaleza está no local para levar reforços. O órgão afirmou que irá oferecer ajuda às vítimas. Pessoas feridas serão encaminhadas ao Instituto José Frota, unidade de referência de pronto atendimento.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, ainda não se sabe o número de feridos ou mortos, mas há informações sobre pessoas soterradas. 

O desabamento atingiu um caminhão e uma residência ao lado da edificação. A área também foi isolada por risco de explosão. Na manhã desta terça-feira, uma pessoa foi retirada dos escombros, mas, até o momento, não há informações sobre seu estado de saúde.

A Defesa Civil de Fortaleza está no local do desabamento para levar reforços. O órgão confirmou a existência de pessoas feridas e afirmou também que deverá isolar e interditar a área. Além disso, irá oferecer ajuda às vítimas. Pessoas feridas serão encaminhadas ao Instituto José Frota, unidade de referência de pronto atendimento.