MC Poze do Rodo é transferido e passa a ocupar cela na PCE

MC Poze de Rodo

MC Poze de Rodo

Gazeta Digital

Após ter a prisão preventiva decretada pela Justiça em audiência de custódia na última segunda-feira (30), Marlon Brendo Coelho Couto Silva, 20, o MC Poze do Rodo foi transferido de Sorriso (420 km ao Norte de Cuiabá) para a Penitenciária Central do Estado (PCE), o antigo Pascoal Ramos, em Cuiabá.

Poze foi preso ao lado de 3 pessoas, apontadas como organizados do evento realizado no sábado (28), em uma boate da cidade, onde apreenderam menores e drogas. Eles foram autuados por corrupção de menores, tráfico, apologia e incitação ao crime.

Leia também - Agentes apreendem 'manual do crime' do Comando Vermelho em revista na PCE

De acordo com as informações, a transferência aconteceu na última quarta-feira (2). Não foi informado em qual raio o cantor ficará. A reportagem entrou em contato com sua defesa, no Rio de Janeiro, mas não obteve retorno.

Poze é representado pelo advogado José Estevam Macedo Lima, que está à frente da defesa de outros artistas no cenário do Funk. No começo da semana ele alegou ao #GD que a prisão representa a criminalização da profissão.

“Ele é um artista, foi contratado para se apresentar no evento. A prisão representa a criminalização da profissão. Veja, ele não produziu o evento. É morador do Rio de Janeiro, não tem nenhum conhecimento do público alvo no estado de Mato Grosso”.

A Polícia Civil investiga se a festa foi organizada pela facção criminosa Comando Vermelho. No local foram apreendidos 42 adolescentes, com idades entre 13 e 17 anos, além de 39 papelotes de cocaína, 16 com maconha, além de lança-perfume e outros.