Cidades Goiânia vacina crianças a partir de 5 anos; veja mais capitais

Goiânia vacina crianças a partir de 5 anos; veja mais capitais

Na capital de Goiás não será necessário agendamento para imunização, e os pais devem apenas levar os documentos

  • Cidades | Do R7

São Paulo manterá vacinação em meio ao aniversário da capital

São Paulo manterá vacinação em meio ao aniversário da capital

Carla Carniel/Reuters - 18.1.2022

A vacinação contra a Covid-19 avança em todo o país, e as capitais brasileiras imunizam novos grupos e faixas etárias nesta terça-feira (25).

Em Goiânia, por exemplo, a prefeitura imunizará crianças a partir dos 5 anos de idade. Não é necessário agendamento para imunizar os pequenos, e os pais devem apenas comparecer aos postos de saúde com os documentos.

Confira como será a vacinação contra a Covid-19 em capitais brasileiras nesta terça-feira (25):

São Paulo

A cidade de São Paulo segue a campanha de imunização nesta terça-feira (25), quando se comemora o aniversário da capital. No entanto, o funcionamento de algumas unidades de saúde foi alterado e apenas as UBSs/AMAs (Unidades Básicas de Saúde/Assistência Médica Ambulatorial) integradas estão abertas para a vacinação, das 8h às 19h.

As crianças de 5 a 11 com comorbidades, deficiência física e as indígenas aldeadas estão elegíveis para receber a primeira dose dos imunizantes da Pfizer ou CoronaVac. Os pais terão de apresentar atestado médico, receita ou exame que comprovem a condição dos pequenos.

A capital paulista segue aplicando a terceira dose da vacina contra a Covid-19 em adultos que completaram o esquema vacinal há pelo menos quatro meses. Vacinados com a Janssen também recebem uma dose adicional.

Rio de Janeiro

A Prefeitura do Rio de Janeiro continua realizando a repescagem da primeira dose para meninas e meninos de 11 anos. Além disso, crianças de 5 a 11 anos com comorbidades ou deficiência podem se imunizar em qualquer data.

A prefeitura segue aplicando a dose de reforço em todos os adultos que tenham recebido a segunda dose há quatro meses ou mais e nos imunossuprimidos com 12 anos ou mais cuja vacinação tenha sido concluída há pelo menos 28 dias. A primeira e a segunda dose também estão disponíveis para a população de mais de 12 anos.

Salvador

Salvador vacinará crianças de 5 a 11 anos e segue com a aplicação da segunda e terceira dose na população a partir de 12 anos. Veja abaixo os prazos de cada tipo de aplicação na capital. 

Vitória

Vitória abriu 2.000 vagas para agendamento da vacinação infantil. Crianças de 6 a 11 anos serão vacinadas com a CoronaVac, as demais receberão doses da Pfizer.  O agendamento pode ser feito pelo site agendamento.vitoria.es.gov.br ou pelo aplicativo Vitória On-line.
A vacinação ocorre de terça (25) a sexta-feira (28) no Maanaim Vitória.

Goiânia

A Prefeitura de Goiânia abrirá a partir desta terça-feira (25) a vacinação para as crianças a partir de 5 anos de idade. Não é necessário agendamento para imunizar os pequenos, e os pais  devem apenas comparecer aos postos de saúde com os documentos. 

Florianópolis

A Prefeitura de Florianópolis vacina crianças de 6 anos ou mais sem comorbidades contra a Covid-19. Além delas, as de 5 a 11 anos que possuem comorbidades e/ou deficiência ou que morem com alguma pessoa pertencente a grupos de risco podem receber a primeira dose.

A vacinação de adolescentes e adultos segue em curso também com a primeira e a segunda dose e o reforço.

João Pessoa

A cidade de João Pessoa começa a aplicar a primeira dose nas crianças de 10 e 11 anos sem comorbidades e continua oferecendo o imunizante a crianças de 5 a 11 anos com comorbidades ou deficiência, bem como ao público com mais de 12 anos.

A quarta dose é oferecida aos imunossuprimidos que tenham tomado a terceira dose há pelo menos quatro meses. A prefeitura também aplica a segunda naqueles que tomaram a CoronaVac há mais de 28 dias, a Pfizer há 60 dias e a AstraZeneca há 90 dias.

A terceira dose será disponibilizada para o público acima de 18 anos e os trabalhadores da saúde, desde que se tenham cumprido quatro meses da segunda dose, e para os imunossuprimidos que concluíram o esquema vacinal há pelo menos 28 dias. 

Últimas