Cidades Justiça nega pedido do MPPB e escolas seguem sem aulas presenciais

Justiça nega pedido do MPPB e escolas seguem sem aulas presenciais

A Justiça paraibana negou, nessa quinta-feira (26), o pedido de retomada de

Portal Correio

A Justiça paraibana negou, nessa quinta-feira (26), o pedido de retomada de aulas presenciais em escolas particulares e municipais em João Pessoa feito pelo Ministério Público Estadual (MPPB).

A ação, assinada pelo promotor de Justiça da Capital Luis Nicomedes de Figueiredo Neto, pedia que as atividades pedagógicas fossem restabelecidas imediatamente nas instituições privadas e em até 30 dias nas escolas públicas. No pedido de antecipação de tutela, o MPPB destacava que o retorno das atividades pedagógicas deveria ser gradual e observar os protocolos de saúde para prevenção da Covid-19.

O pedido foi avaliado pelo Tribunal de Justiça, que optou pela não concessão da antecipação de tutela. As aulas presenciais em escolas da Capital estão suspensas desde março, em virtude da pandemia do novo coronavírus.

Portal Correio

Portal Correio

Portal Correio
Atualização do processo está disponível no site do Tribunal de Justiça da Paraíba (Foto: Reprodução)

Últimas