Cidades Livro traz história sobre o Vale do Mamanguape, na Paraíba

Livro traz história sobre o Vale do Mamanguape, na Paraíba

O Centro de Ciências Aplicadas e Educação (CCAE) da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) lançou, nesta sexta-feira (9), às 19h, por meio de live no YouTube, o livro “História, Cultura e Sustentabilidade do Vale do Mamanguape: livro paradidático para a educação básica”. A obra foi produzida pelo Grupo de Estudos e Pesquisa em Educação do Campo e Indígena […]

Portal Correio
Livro Vale do Mamanguape

Livro Vale do Mamanguape

Portal Correio
(Arte: Divulgação/UFPB)

O Centro de Ciências Aplicadas e Educação (CCAE) da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) lançou, nesta sexta-feira (9), às 19h, por meio de live no YouTube, o livro “História, Cultura e Sustentabilidade do Vale do Mamanguape: livro paradidático para a educação básica”.

A obra foi produzida pelo Grupo de Estudos e Pesquisa em Educação do Campo e Indígena (Gepeduci). O livro busca relatar aspectos importantes da história, cultura e sustentabilidade da região e tem como objetivo ajudar nas práticas pedagógicas em sala de aula.

“Nosso trabalho é uma publicação coletiva. Teve a participação de estudantes, indígenas e não indígenas, e depoimentos de anciões e anciãs, tanto do campo como das aldeias que conhecem a cultura e história dessa localidade. É uma publicação em que vários de nossos referenciais teóricos são pessoas vivas. Procuramos valorizar essas pessoas que contribuíram ativamente na construção do território do Vale”, destacou Antonio Alberto Pereira, professor do Departamento de Educação do CCAE.

O livro foi impresso e será distribuído para as escolas do Vale do Mamanguape. Ao todo, serão 250 exemplares. “Ele não será vendido. Existe a possibilidade da publicação de um ebook pela Editora Universitária, estamos vendo, mas ainda não está fechado”, adiantou.

O professor da UFPB ainda fala sobre a importância de outros livros e materiais didáticos serem produzidos de forma coletiva e autônoma.

“Temos que pensar nossa realidade a partir dos sujeitos destes territórios. Não precisamos depender de livros e autores do sul do Brasil para possuir nossos próprios livros. Aprender com Paulo Freire a pedagogia da autonomia e da educação como prática de liberdade é essencial. Temos pessoas capazes de produzir nossos próprios materiais”, enfatizou o professor.

Últimas