Cidades Mais de 110 mil alunos não tiveram atividades escolares em agosto

Mais de 110 mil alunos não tiveram atividades escolares em agosto

Com queda frente ao total registrado em julho, 112 mil estudantes de

Portal Correio

Com queda frente ao total registrado em julho, 112 mil estudantes de 6 a 29 anos não tiveram atividades escolares em agosto, na Paraíba, conforme dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) Covid-19, divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), nesta quinta-feira (24). Proporcionalmente, isso representa 12% do total, percentual menor do que os verificados na média do Brasil (16,6%) e na do Nordeste (23,1%). Em julho, 144 mil alunos paraibanos estavam nessa situação.

Leia também:

Mais de 100 mil pessoas não fizeram nenhum isolamento na Paraíba em agosto PB tem maior percentual de pessoas com sintomas gripais no país em agosto

Por outro lado, no mês de agosto, 86,8%, que equivale a 809 mil, dos estudantes paraibanos tiveram atividades, indicando alta em relação ao constatado no mês de julho (80,9%). Outros 12 mil, que representam 1,2%, estavam de férias.

A disponibilização de atividades foi mais comum entre aqueles que estão no ensino fundamental (90,5%) e no ensino médio (87,8%), enquanto entre os alunos do nível superior o percentual foi de 73%.

A pesquisa indica ainda que o acesso às atividades teve maior abrangência entre estudantes que têm rendimento domiciliar per capita de quatro salários-mínimos ou mais (98,5%), ao passo que esse alcance foi menor entre os que têm esse valor variando de um a menos de dois salários-mínimos (84,9%) ou inferior a meio salário (85,7%).

Em relação à frequência das atividades (aulas online, deveres, estudo dirigido etc), o levantamento estima que, para a maior parte dos estudantes (70%), ela foi de 5 dias por semana, enquanto para 11,6% foi de três dias; quatro dias para 6,1%; dois dias para 3,9%; um dia para 2,5%; e, finalmente, seis ou sete dias para 2%.

Últimas