Novo Coronavírus

Cidades Mais quinze pacientes são transferidos de Manaus para Goiás

Mais quinze pacientes são transferidos de Manaus para Goiás

No total, 94 pessoas deixaram o Amazonas e foram para outros estados para conseguir tratamento contra a covid-19

  • Cidades | Agência Brasil

Mais quinze pacientes com covid-19 são transferidos do Amazonas para Goiás

Mais quinze pacientes com covid-19 são transferidos do Amazonas para Goiás

Divulgação / FAB

Mais 15 transferências de pacientes com covid-19 do Amazonas foram realizadas na tarde desta segunda-feira (18) para outros estados da Federação. Dessa vez, os internados foram encaminhados para Goiás.

Também foram transferidos de Parintins (AM) para Belém (PA) dois pacientes. A previsão é que mais cinco pacientes do município devem ser transportados nesta terça-feira (19) para o Hospital de Campanha de Belém.

Até o momento foram transferidos 94 pacientes para outros estados, segundo informou a Secretaria de Saúde estadual. A ação faz parte da força-tarefa, em conjunto com o governo federal, para diminuir a lotação dos hospitais públicos do estado diante do aumento do número de internações de pessoas infectadas pelo novo coronavírus.

Segundo a secretaria, o estado de saúde dos pacientes é estável e, portanto, permite a locomoção aérea dos internados. Os pacientes transferidos para Goiás estavam no SPA (Serviço de Pronto Atendimento) São Raimundo, SPA Alvorada, SPA Zona Sul, HPS (Hospital e Pronto Socorro) Dr Aristóteles Platão Bezerra de Araújo e HPS Dr. João Lúcio Pereira Machado, todos na capital Manaus.

De acordo com o último boletim, a Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas contabilizou 232.434 casos da doença no estado. Desde que a presença do novo coronavírus no país foi confirmada, no fim de fevereiro de 2020, 6.308 pessoas morreram em decorrência da doença.

Entre os casos confirmados, 1.766 pacientes estão internados, sendo 1.144 em leitos (475 na rede privada e 669 na rede pública), 598 em UTI (284 na rede privada e 314 na rede pública) e 24 em sala vermelha (estrutura voltada à assistência temporária para estabilização de pacientes críticos ou graves que, uma vez estabilizados, são encaminhados a outros pontos da rede de atenção à saúde).

Últimas