Cidades Menina de nove anos morre após cair do 22º andar de prédio em João Pessoa

Menina de nove anos morre após cair do 22º andar de prédio em João Pessoa

Uma menina de nove anos caiu do 22º andar de um prédio e morreu, na noite dessa sexta-feira (21), no Bairro dos Estados, em João Pessoa. Durante a queda, a menina teria batido em uma árvore antes de chegar ao solo. O corpo teria sido removido para dentro do apartamento onde ela morava, antes da […]

Portal Correio
Samu, Trânsito

Samu, Trânsito

Portal Correio
Samu (Foto: Divulgação/Secom-JP)

Uma menina de nove anos caiu do 22º andar de um prédio e morreu, na noite dessa sexta-feira (21), no Bairro dos Estados, em João Pessoa.

Durante a queda, a menina teria batido em uma árvore antes de chegar ao solo. O corpo teria sido removido para dentro do apartamento onde ela morava, antes da chegada do Samu e do Corpo de Bombeiros. A Polícia Civil investiga o caso.

Detalhes da ocorrência

Segundo apuração da TV Correio, a criança estaria no quarto dela, por volta das 11h, quando foi vista pela mãe usando o celular em grupos de mensagens com adultos. A mãe teria tomado o celular e combinado de conversar com a menina no dia seguinte.

A mulher voltou para sala, onde estava com o marido e o outro filho. O pai da menina teria ido ao quarto para falar com ela, mas ao entrar no local não a encontrou mais no cômodo e viu a tela de proteção da janela cortada.

Ele teria descido e ao encontrar a menina no chão, trouxe o corpo de volta para o apartamento, onde o colocou no sofá e o cobriu com um pano. O pai acionou a polícia e o socorro médico, mas a menina já estava morta.

A polícia fez atividades no local na noite dessa sexta (21) e ao longo deste sábado (22). A perícia disse à TV Correio que a remoção do corpo do local onde ele caiu prejudica a apuração, mas não impede o andamento das investigações.

Segundo a perícia, o corte na tela da jenal tem 80 cm por 20 cm e a proteção teria sido cortada com uma tesoura escolar. O quarto da meninda estava desarrumado.

A investigação é conduzida pela Delegacia de Homicídios de João Pessoa. Imagens do circuito interno do prédio deverão ser usadas pela polícia.

Últimas