Novo Coronavírus

Cidades Ministério obtém cilindros para bebês do AM na UTI por mais 48h

Ministério obtém cilindros para bebês do AM na UTI por mais 48h

Medida atende a solicitação do governo do AM para recém-nascidos que estavam no limite de oxigênio. Estado vive colapso na saúde

Parentes de pacientes internados nos hospitais, fazem fila para recarregar cilindros de oxigênio

Parentes de pacientes internados nos hospitais, fazem fila para recarregar cilindros de oxigênio

SANDRO PEREIRA / FOTOARENA / ESTADÃO CONTEÚDO - 15.01.2021

O Ministério da Saúde conseguiu nesta sexta-feira (15) cilindros de oxigênio para manter 61 bebês prematuros por mais 48h em leitos de UTIs em Manaus (AM). A medida atende a uma solicitação do governo do Amazonas para recém-nascidos que estavam no limite de oxigênio. 

O ministério informou que manterá o monitoramento do estado de saúde dos bebês e enquanto busca mais balas de oxigênio para que os prematuros não precisem ser transferidos para outros estados.

A pasta informa que articulou com estados e municípios a disponibilidade inicial de 56 leitos de UTI que poderão receber os recém-nascidos, caso seja necessário. Serão 25 em Curitiba (PR), 11 em Vitória (ES), nove em Imperatriz (MA), quatro em Salvador (BA), três Feira de Santana (BA), um em Ariquemes (RO) e três no município de Macapá (AM).

O governo afirmou que prestará apoio ao processo logístico de remoção, junto às secretarias de Saúde e municipais. "Os bebês que serão transportados seguem critérios clínicos definidos pelas equipes médicas, e serão acompanhados de profissionais médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagens para prestar todo apoio aos prematuros", afirma o ministério. 

Últimas