Cidades O que fazer diante da postagem de um blog de ódio?

O que fazer diante da postagem de um blog de ódio?

Denunciar é o caminho para conseguir tirar os conteúdos do ar

Denunciar é fundamental para ajudar na captura dos bandidos virtuais

Denunciar é fundamental para ajudar na captura dos bandidos virtuais

Reprodução

Não compartilhe. Esta é a atitude mais sensata que todos devem ter se tomarem conhecimento de um conteúdo que propaga o ódio, ou incentiva a prática de crimes, como o estupro. Segundo Lola Aronovich, autora do blog feminista Escreva Lola Escreva, e professora do Departamento de Letras Estrangeiras da Universidade Federal do Ceará, o que os “mascus” (masculinistas) mais desejam é que seus sites e blogs viralizem.

— Alguns sites que criaram não viralizaram, e eles ficam muito bravos. Muitas vezes, eles criam fakes e entram em grupos, se passando por gente indignada, “vocês viram esse absurdo”,  para que a mensagem se espalhe.

Às vezes funciona. Outras não. Eles costumam replicar o discurso de ódio que já destilam há anos e mudam apenas os endereços dos sites.  Muitas vezes, esse redirecionamento é intencional, feito para que a culpa recaia sobre um ou outro desafeto da gangue. 

A bola da vez foi Robson Otto, com seu guia de estupro. Caue Felchar também está na mira, e no endereço há até textos celebrando a morte de jovens na boate Kiss. 

Gangue que faz apologia ao estupro, pedofilia e racismo atua impune na internet e desafia polícia 

Por que é tão difícil pegar e punir um bandido virtual?

O importante é não compartilhar e denunciar. A Polícia Federal investiga os crimes on-line e disponibiliza um link em sua página para receber as denúncias. O Humaniza Redes,criado pelo Governo Federal para denunciar os crimes de internet, também disponibiliza um link para denunciar os crimes on-line. 

Últimas