Cidades Operação autua 14 pessoas por despejo de esgoto em praia

Operação autua 14 pessoas por despejo de esgoto em praia

A Operação Praia Limpa fechou nove pontos de ligações clandestinas de esgotos

Portal Correio

A Operação Praia Limpa fechou nove pontos de ligações clandestinas de esgotos que eram despejados na Orla de João Pessoa. A Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Semam) emitiu 14 notificações para donos de casas e estabelecimentos comerciais identificados despejando esgoto na rede pluvial, que transporta água da chuva para o mar.

Dos 14 notificados, oito proprietários resolveram o problema, fazendo a ligação à rede coletora; outros seis foram autuados com multas que variam entre R$ 50 mil e R$ 60 mil. Dos nove pontos tamponados, seis estavam localizados na Avenida Eutiquiano Barreto, dois na Avenida Guarabira e um na Avenida Maria Rosa, todos em Manaíra.

Além de fechar os pontos, impedindo o derramamento de esgoto nas galerias, que devem conter apenas água das chuvas, a Secretaria de Infraestrutura do município (Seinfra) também realizou a limpeza das galerias pluviais, com remoção de lixo e outros obstáculos e desobstrução dos lançamentos.

A operação

A Operação Praia Limpa foi iniciada no dia 8 pela Prefeitura Municipal de João Pessoa, em parceria com o Governo do Estado, com o objetivo de coibir o lançamento de esgotos nas praias da Capital.

A identificação das ligações é feita por meio de um maquinário que percorre as galerias e tubulações, mesmo aquelas mais finas, permitindo identificar a ligação irregular. Uma vez identificada, a ligação é fechada e o fluxo redirecionado para a rede adequada, seja a de esgotamento ou de escoamento pluvial.

Os trabalhos foram executados por meio de uma parceria que inclui as Secretarias de Infraestrutura, Meio Ambiente e Cagepa. Cabe à Secretaria de Meio Ambiente da Prefeitura (Semam), que participa do projeto, aplicar as multas e notificações, a partir do trabalho da Seinfra e da Cagepa, que detém os equipamentos que localizam os possíveis esgotos clandestinos.

As equipes também irão visitar cada imóvel da orla, que for identificado com alguma ligação irregular, e fazer um trabalho educativo. A primeira fase compreende os imóveis entre o Retão de Manaíra e a Avenida Rui Carneiro. Já a segunda vai até a Avenida Epitácio Pessoa e as demais vias nas orlas de Cabo Branco e Bessa, respectivamente.

Últimas