Paraibana vence 8º Prêmio para Estudantes Universitários

A estudante Karyna Steffane da Silva, da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), O post Paraibana vence 8º Prêmio para Estudantes Universitários apareceu primeiro em Portal Correio.

A estudante Karyna Steffane da Silva, da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), ganhou o 8º Prêmio para Estudantes Universitários, apresentando o projeto para desenvolver um dessalinizador portátil. O objetivo da premiação é reconhecer e apoiar a implantação de um projeto inovador voltado à tecnologia social, com estímulo ao desenvolvimento e busca por soluções aos problemas da sociedade. 

A premiação foi criada em parceria do Instituto 3M com a Associação AlfaSol, a partir do Programa Universidade Solidária (UniSol). Desde a primeira edição, foram 1.151 inscrições de todo o Brasil, e R$ 240 mil em prêmios.

Destinada aos estudantes universitários de graduação e com objetivo de estimular o empreendedorismo, a edição 2019 da premiação recebeu projetos inovadores nas áreas de saúde, educação e meio ambiente. O projeto vencedor recebeu R$ 50 mil, que deve ser integralmente utilizado na execução do projeto – cujo prazo para conclusão e apresentação dos resultados é de 1 ano.

De acordo com Fernando do Valle, Presidente do Instituto 3M, o objetivo do Prêmio é estimular o empreendedorismo de estudantes, para melhorar a qualidade de vida da comunidade: “Queremos viabilizar a implantação de soluções replicáveis e de baixo custo que promovam o desenvolvimento de tecnologias sociais”.

Projetos finalistas 

Além de Karyna Steffane, outra paraibana estava entre os finalistas. A aluna Aline Ferreira de Ramos, do curso de Biologia da Universidade Federal de Paraíba (UFPB), trabalhou no desenvolvimento de um solo sintético, onde a química tem por objetivo reter as moléculas de água, para assim não só economizar os poucos recursos hídricos, mas acumular a concentração de nutrientes, e assim aumentar em quantidade o plantio de hortaliças.

Já o estudante de Ciências Biológicas da Universidade Federal do Pará, Jonas da Silva, trabalhou com o projeto “RevFood – Revestimentos Comestíveis”, pensando em alternativas para evitar o grande desperdício de alimentos cultivados no Brasil, o universitário e sua equipe desenvolveu um produto líquido, feito a partir dos resíduos do agronegócio, como a casca, que é capaz de prolongar o tempo de vida dos alimentos.

Elcio Malcher Dias Junior, da Universidade Federal do Pará (UFPA), teve como foco o desenvolvimento sustentável e inovação tecnológica de bioprodutos via impressão 3D. 

Com a disseminação e desenvolvimento da Aquaponia em Itajubá, em Minas Gerais, o aluno João Pedro Guimarães Cândido Silva, da Universidade Federal de Itajubá (UNIFEI MG), também esteve entre os finalistas.

O post Paraibana vence 8º Prêmio para Estudantes Universitários apareceu primeiro em Portal Correio.