Cidades Pesquisa realizada na UFCG resulta no desenvolvimento de iogurte em pó

Pesquisa realizada na UFCG resulta no desenvolvimento de iogurte em pó

Uma pesquisa realizada no âmbito do Programa de Pós-graduação em Engenharia Agrícola da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) resultou no desenvolvimento de um produto inovador: iogurte em pó. “Não necessita de refrigeração e, além de ter um maior período de validade, ainda pode atingir mercados mais distantes da região produtora, o que não acontece […]

Portal Correio
UFCG, Pré-vestibular solidário

UFCG, Pré-vestibular solidário

Portal Correio
UFCG (Foto:Reprodução/Google Street View)

Uma pesquisa realizada no âmbito do Programa de Pós-graduação em Engenharia Agrícola da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) resultou no desenvolvimento de um produto inovador: iogurte em pó.

“Não necessita de refrigeração e, além de ter um maior período de validade, ainda pode atingir mercados mais distantes da região produtora, o que não acontece atualmente com os iogurtes tradicionalmente encontrados nos supermercados”, conta o professor Emanuel Neto Alves de Oliveira, atual diretor do campus Pau dos Ferros, do Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN), que desenvolveu o produto a partir de sua tese de doutorado, realizada na UFCG.

“O nosso produto é uma revolução para a indústria de produtos lácteos, pois, além de possuir validade quase nove vezes maior do que o iogurte tradicional, ainda gera economia de energia elétrica e de logística, visto que não precisa de refrigeração no seu transporte e nem armazenamento”, anunciou.

Intitulada “Desenvolvimento e caracterização de preparado sólido para iogurte prebiótico de manga”, a pesquisa, que contou com a orientação das professoras Ana Paula Trindade Rocha e Josivanda Palmeira Gomes, resultou no depósito de duas patentes no Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI).

Últimas