Cidades Policiais disparam contra carro e deixam criança ferida no Ceará

Policiais disparam contra carro e deixam criança ferida no Ceará

Governador Camilo Santana determina 'rigor absoluto na investigação' do caso registrado em Hidrolândia, interior do estado 

  • Cidades | Do R7 com Record TV

Policiais atiram em carro no interior do Ceará e deixam três da mesma família feriados

Policiais atiram em carro no interior do Ceará e deixam três da mesma família feriados

WhatsApp / GCC/GCMais/Reprodução

Uma perseguição policial em Hidrolândia, no interior do Ceará, na noite da última sexta-feira (9), terminou com três pessoas baleadas — dois adultos e uma criança. Na manhã deste domingo (11) o governo do estado, Camilo Santana, usou as redes sociais para pedir 'rigor absoluto na investigação' do caso.

Autor de homicídio em réveillon no Ceará é preso em SP após um mês

Segundo informações da polícia militar do Ceará, os agentes foram acionados para atender a uma ocorrência de disparos efetuados por suspeitos que estavam em um carro com as mesmas características do veículo das vítimas. Segundo eles, foi dada a ordem de parada, mas o condutor não obedeceu e começou a perseguição que resultou em três pessoas baleadas, dois adultos e um menino. Segundo a PM, as vítimas foram socorridas e não correm risco de morte. 

Segundo informações dos familiares das vítimas, o menino que foi atingido estava brincando em um campo de futebol quando quatro pessoas, entre elas estava a irmã do garoto, foram buscá-lo em um carro. Foi no retorno do caminho para casa que os policiais abordaram o veículo e os três foram atingidos. 

Os policiais militares se apresentaram na Delegacia Regional de Canindé e foram ouvidos pelo comando do Batalhão. As armas deles foram recolhidas e enviadas para a Perícia Forense do Estado do Ceará. Os agentes de segurança estão afastados das suas funções até a elucidação do caso.

De acordo com o portal GCMais, "na manhã deste domingo (11), por volta das 10h40, o governador do Ceará, Camilo Santana (PT), usou as redes sociais para se pronunciar sobre a perseguição policial em Hidrolândia, no interior do Estado, que terminou com dois adultos e uma criança baleados. No texto, o líder do Executivo Estadual lamenta o ocorrido e afirma que determinou “rigor absoluto” nas investigações que buscam esclarecer o caso."

Últimas