Portal Correio Atletas da Paraíba vão disputar Brasileiro de nado artístico de forma remota em dezembro

Atletas da Paraíba vão disputar Brasileiro de nado artístico de forma remota em dezembro

As meninas da Acqua R1, de João Pessoa, estão em fase final de preparação para o Campeonato Brasileiro de nado artístico no próximo mês. Uma parte da equipe segue de olho na competição nas categorias infantil e juvenil, em São Paulo, e a outra na júnior e sênior, que será no Rio de Janeiro. O […]

Portal Correio
Portal Correio

Portal Correio

Portal Correio
Foto: Divulgação/Acqua R1

As meninas da Acqua R1, de João Pessoa, estão em fase final de preparação para o Campeonato Brasileiro de nado artístico no próximo mês. Uma parte da equipe segue de olho na competição nas categorias infantil e juvenil, em São Paulo, e a outra na júnior e sênior, que será no Rio de Janeiro.

O detalhe é que apesar de as disputas acontecerem de forma presencial, em 2021, os torneios também vão ser disputados de forma remota. As atletas da Paraíba se enquadram neste último quesito e precisam enviar os vídeos das apresentações para a organização.

“A competição mudou o formato. Vai ser presencial e online. As meninas daqui vão participar à distância, mas o resultado sai junto com quem esteve in loco. É uma competição única e estamos muito focadas para fazer uma grande apresentação”, comentou a técnica Talita Leal.

Para dar ritmo de campeonato às garotas, a treinadora vem fazendo competições internas. Ela explicou que por causa da pandemia da Covid-19 e a pausa nos treinos coletivos não conseguiu treinar as coreografias com a equipe.

“O ano inteiro estamos fazendo festivais a cada mês para ir compensando o período que ficamos sem competição. Depois de ter passado esse período todo sem conseguir treinar o que era necessário, a gente está focando muito na questão das coreografias. Foi muito tempo só fazendo individualmente, onde aproveitava para trabalhar a parte técnica, como figuras e elementos. Agora estamos correndo com as coreografias buscando ter mais resistência nesse quesito”, disse.

Júlia Ramalho foi campeã brasileira júnior no ano passado. A competição em 2020 acabou sendo disputada de forma remota. Cada atleta precisava enviar um vídeo da sua apresentação para os jurados. Desta vez, apesar de o campeonato ser no Rio de Janeiro, entre 16 e 19 de dezembro, ela vai continuar se apresentando em João Pessoa.

“A gente estava treinando antes sem a certeza de que iria ter a competição. Agora, sabendo que vai ter, estamos ainda mais empolgadas. Vamos com tudo para vencer novamente”, afirmou Júlia Ramalho.

Quem vai estrear no torneio nacional é Maria Clara Nascimento. Ela começou a fazer nado artístico há um ano e vai disputar o Campeonato Brasileiro na categoria infantil. A disputa dela acontece, em São Paulo, de 9 a 12 do mês que vem.

“Eu vim fazer natação, uma aula experimental, e quando terminei tive a opção também de fazer o nado artístico. Fiz uma aula e gostei bastante. Estou na expectativa agora de disputar o Brasileiro, bem nervosa e espero que lá dê tudo certo”, finalizou Maria Clara Nascimento.

Últimas