Portal Correio Cagepa faz censo cadastral em imóveis da Grande João Pessoa; veja como identificar quem coleta os dados

Cagepa faz censo cadastral em imóveis da Grande João Pessoa; veja como identificar quem coleta os dados

A Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa) iniciou um censo para a atualização dos dados cadastrais dos imóveis atendidos pela empresa, na Região Metropolitana de João Pessoa. Durante a ação, os recenseadores vão coletar informações e também esclarecer os serviços prestados pela companhia. O trabalho iniciou na última semana, nos bairros de Tambaú, […]

Portal Correio
Portal Correio

Portal Correio

Portal Correio
Foto: Divulgação/Secom-PB

A Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa) iniciou um censo para a atualização dos dados cadastrais dos imóveis atendidos pela empresa, na Região Metropolitana de João Pessoa. Durante a ação, os recenseadores vão coletar informações e também esclarecer os serviços prestados pela companhia.

O trabalho iniciou na última semana, nos bairros de Tambaú, Manaíra, Miramar, Bairro dos Estados, Pedro Gondim, Expedicionários e Tambauzinho, na Capital.

A Cagepa pretende visitar 280 mil imóveis em até 12 meses. De acordo com o diretor Comercial da companhia, Isaac Veras, o objetivo principal é conhecer melhor os clientes para aperfeiçoar o atendimento.

“Por meio desse recadastramento, obteremos as informações necessárias para compor a base de dados comerciais e cartográficos da empresa, facilitando a leitura, a entrega das contas de água e contribuindo para que conheçamos o perfil dos nossos clientes. Dessa forma, teremos dados atualizados para fazer um planejamento correto para prestar um melhor serviço à população”, explicou.

Os recenseadores irão coletar informações como os hábitos sanitários de água e esgoto, quantidade de moradores no imóvel, pontos de utilização e vão atualizar dados de RG e CPF dos clientes.

A abordagem será feita por agentes cadastradores devidamente uniformizados e com crachás de identificação. “Compreendemos que existe um certo receio por parte das famílias em abrirem as portas de suas casas para um estranho, mas é só exigir o crachá de identificação e, em caso de mais dúvidas, ligar para o teleatendimento da Cagepa, através do número 115”, pontuou.

Últimas