Portal Correio Campina Grande libera eventos com até 300 pessoas em novo decreto

Campina Grande libera eventos com até 300 pessoas em novo decreto

A Prefeitura Municipal de Campina Grande divulgou na tarde desta terça-feira (17) um novo decreto com medidas de combate à pandemia de Covid-19. Entre as medidas, está a liberação do funcionamento de museus, salões de eventos e casas de shows até às 0h com 50% da capacidade, não ultrapassando o limite de 300 pessoas. O […]

Portal Correio
Portal Correio

Portal Correio

Portal Correio
Campina Grande (Foto: Acervo/Jornal Correio da Paraíba)

A Prefeitura Municipal de Campina Grande divulgou na tarde desta terça-feira (17) um novo decreto com medidas de combate à pandemia de Covid-19. Entre as medidas, está a liberação do funcionamento de museus, salões de eventos e casas de shows até às 0h com 50% da capacidade, não ultrapassando o limite de 300 pessoas. O decreto terá validade até o dia 31 de agosto.

Restaurantes, bares, lojas de conveniência, praças de alimentação e estabelecimentos similares continuarão a funcionar de 6h às 0h, com 50% da capacidade máxima, respeitando a distância de 2 metros entre pessoas, além da limitação de no máximo oito pessoas por mesa. Fica proibida a comercialização de qualquer produto para consumo no estabelecimento fora do horário estipulado.

A fiscalização do cumprimento do decreto será feita pelo Procon Municipal, Guarda Civil Municipal, Gevisa, Cerest e Defesa Civil. O descumprimento das normas poderá acarretar em multa e fechamento em caso de reincidência. A multa em casos de violação das regras poderá chegar a R$ 50 mil.

Outras determinações do decreto

Comércios e serviços poderão funcionar por até 10 horas seguidas, sem aglomerações e respeitando as normas de distanciamento social. Já os shoppings e centros comerciais estão autorizados a funcionar no período entre 10h e 22h.

Eventos esportivos com público continuam proibidos. Os jogos de campeonatos e eventos esportivos oficiais vinculados a Federações Estaduais ou Confederações estão permitidos, desde que sem a presença de público.

As academias poderão funcionar com 50% da capacidade, respeitando as normas sanitárias, com o uso de máscaras e higienização de equipamentos sendo obrigatórios.

A construção civil poderá funcionar de 7h às 17h. A determinação não se aplica às reformas e obras de construção de hospitais, clínicas médicas e estabelecimentos comerciais.

As igrejas e instituições religiosas poderão funcionar com público limitado a 50% da capacidade total, respeitando o distanciamento de 1,5 metro entre as pessoas.

Últimas