Portal Correio Carreira: visão global e senso de coletividade são diferenciais

Carreira: visão global e senso de coletividade são diferenciais

No início da pandemia, o mundo desacelerou. Mas, após mais de um ano da chegada da Covid-19, hoje o mercado de trabalho tem requerido profissionais não só capacitados tecnicamente e resolutivos, mas com habilidades intrínsecas ao âmbito pessoal: emocionais, comportamentais e sociais. Os profissionais e graduandos precisam se abrir aos problemas cotidianos e se relacionar […]

Portal Correio
Portal Correio

Portal Correio

Portal Correio

No início da pandemia, o mundo desacelerou. Mas, após mais de um ano da chegada da Covid-19, hoje o mercado de trabalho tem requerido profissionais não só capacitados tecnicamente e resolutivos, mas com habilidades intrínsecas ao âmbito pessoal: emocionais, comportamentais e sociais. Os profissionais e graduandos precisam se abrir aos problemas cotidianos e se relacionar com as pessoas e situações para ser parte das soluções. E, para isso, é preciso ter visão holística do mundo e ter senso de coletividade.

“Hoje vejo a capacidade de adaptação, ressignificação, relacionamento e comunicação como grandes pilares”, diz a Profa. Ma. Nadezhda Bezerra, do curso de Marketing do Unipê. “Ler, ouvir, ver, absorver outros universos que não só o da sua área profissional. Um engenheiro que goste muito e leia poesia pode ter um insight incrível que nenhum outro teria por conta desse olhar mais sensível, menos tecnicista das coisas”, ilustra a especialista.

E a comunicação (oral e escrita) é a medalha de ouro na profissão. “A pressa, os aplicativos de mensagens, e-mails, web chamadas, entre outras tecnologias exigem cada vez mais habilidade de fala e escrita (e escuta, sempre!). De cara indico ler sobre Comunicação Não-Violenta. Saber se expressar sem agredir é um passo importante nas seleções de emprego e para quem quer empreender”, aponta Nadezhda.

Como desenvolver os próprios diferenciais?

É preciso apostar em si mesmo e descobrir seus próprios encantos. Nadezhda frisa: comparar-se com modelos ou outras pessoas gera angústias ou vontade de ser similar ao que já existe. Daí a importância de fazer análises pessoais e resolver os problemas de forma única. “Aí sim se vai entender e encontrar o jeito próprio, o diferencial.”

Trabalhar o emocional é outro tópico importante para lidarmos com, por exemplo, negativas. “A gente precisa lembrar o tempo todo que a vida é uma só”, diz. E no atual cenário, no qual as horas de vida pessoal e de trabalho se misturam, é preciso ter atenção e separá-las: temos vários papeis, mas continuamos sendo uma pessoa. “Cuide de quem você é ou quer se tornar e isso passa pelo desenvolvimento humano em si”, sugere.

Ao não cuidarmos de nós, diz Nadezhda, levamos nossas ansiedades e fragilidades para a profissão, no trato com clientes, equipes e outros. Para que isso não ocorra, busque atividades que possam mudar você para melhor, como praticar esportes.

E é preciso se preocupar com a coletividade para além dos ganhos pessoais, como sucesso ou dinheiro. “O coronavírus está entre nós nos mostrando que a vida em sociedade é muito mais sobre o ‘nós’ do que sobre o ‘eu’. O ‘eu’ precisa ser parte do ‘nós’. Minha atitude individual reverbera sobre quase tudo e todos e precisamos ter ciência disso”, diz. “É preciso entender nosso papel no mundo e fazer bem feito. Com nossa responsabilidade, comprometimento, compreensão, apoio, criatividade e empenho em fazer o nosso melhor em casa, no trabalho, na rua, no mundo”, completa.

Trilhas Customizáveis de Aprendizagem

O Unipê dispõe o programa Trilhas Customizáveis de Aprendizagem, que proporciona uma jornada completa e flexível, onde o estudante de graduação, presencial ou a distância, pode escolher disciplinas adicionais para ajudar a desenvolver as suas expertises necessárias, considerando as metas pessoais. Assim, pode construir uma carreira de sucesso. São conteúdos que abordam as competências desejáveis para a formação do perfil profissional do século XXI, além de conhecimentos e habilidades necessários para uma rápida ascensão nos primeiros anos da carreira. Veja mais sobre as Trilhas!

Últimas