Portal Correio ‘Claustrum’, nova exposição de Flávio Tavares estreia em João Pessoa

‘Claustrum’, nova exposição de Flávio Tavares estreia em João Pessoa

A exposição ‘Claustrum’, do artista plástico Flávio Tavares, estreia nesta terça-feira (9), pela edição 2021 do projeto ‘Panapaná – Novembro das Artes Visuais’, da Fundação Espaço Cultural da Paraíba (Funesc). A iniciativa marca a retomada das ações presenciais da Funesc após um ano e oito meses de equipamentos culturais fechados. ‘Claustrum’, que significa ‘clausura’ em latim, […]

Portal Correio
Portal Correio

Portal Correio

Portal Correio
Foto: Divulgação

A exposição ‘Claustrum’, do artista plástico Flávio Tavares, estreia nesta terça-feira (9), pela edição 2021 do projeto ‘Panapaná – Novembro das Artes Visuais’, da Fundação Espaço Cultural da Paraíba (Funesc). A iniciativa marca a retomada das ações presenciais da Funesc após um ano e oito meses de equipamentos culturais fechados.
 
‘Claustrum’, que significa ‘clausura’ em latim, surge como inspiração do artista em meio à pandemia da Covid-19. “Eu me aproveitei do isolamento para transpirar a arte, e isto me fez refletir muito sobre minha história. Por isso, os quadros desta exposição são reflexões pessoais sobre vida, relações humanas e também política”, explica Flávio Tavares. 
 
As telas expostas trazem como tema ‘família’, ‘infância’, ‘juventude’ e ‘inferno’ e juntas formam um quadrilátero, que simula um ambiente de enclausuramento. Em ‘Claustrum’, os visitantes poderão apreciar dezenas de ilustrações e outras pinturas que representam o percurso de criação do artista até chegar ao resultado final desta exposição.

A exposição fica aberta até o dia 15 de janeiro de 2022 na Galeria Archidy Picado, localizada no Espaço Cultural. O horário de visitações é das 8h às 12h e das 13h às 17h, de segunda a sexta, exclusivamente mediante agendamento pela internet. Para ter acesso, é obrigatório ainda apresentar o cartão de vacinação contra a Covid-19, com pelo menos 14 dias após a primeira dose e uso de máscara.

Portal Correio

Portal Correio

Portal Correio
Foto: Divulgação


O gerente de Artes Visuais da Funesc, Edilson Parra, ressalta que a montagem da exposição buscou estabelecer um percurso que possibilite contemplar Claustrum como uma cronologia em sentido inverso, uma viagem no tempo revolvendo algumas passagens que sustentam a narrativa da obra de Flávio Tavares.

“Neste retorno ao passado alguns trabalhos, de períodos distintos, vão sendo inseridos de modo a demonstrar que Claustrum é uma espécie de irromper das ideias. As cores, a gestualidade potente, a profusão de figuras e cenários tudo demonstra a necessidade de se pensar esta mostra como um roteiro imprescindível diante da recorrente discussão sobre a arte frente as insanidades do mundo”, observa Edilson.
 
A programação de abertura da exposição traz ainda, a partir das 19h, uma transmissão ao vivo com a presença de Flávio e a ilustradora e designer editorial Luyse Costa. O bate-papo, mediado pela jornalista Amanda Falcão, acontece de forma híbrida, com transmissão TV Funesc e público limitado.

Portal Correio

Portal Correio

Portal Correio
Foto: Divulgação

Últimas