Portal Correio Começa agendamento para Mutirão de Renegociação de Dívidas na Paraíba

Começa agendamento para Mutirão de Renegociação de Dívidas na Paraíba

Começa na segunda-feira (13) o 25º Mutirão de Renegociação de Dívidas do Procon estadual, lembrando os 31 anos do Código de Defesa do Consumidor (CFC). Os agendamentos para atendimentos presenciais devem ser feitos a partir desta quarta-feira (8), até a próxima sexta (10). O mutirão ocorre até sexta-feira (17), com atendimento virtual e presencial das […]

Portal Correio
Portal Correio

Portal Correio

Portal Correio
Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil

Começa na segunda-feira (13) o 25º Mutirão de Renegociação de Dívidas do Procon estadual, lembrando os 31 anos do Código de Defesa do Consumidor (CFC). Os agendamentos para atendimentos presenciais devem ser feitos a partir desta quarta-feira (8), até a próxima sexta (10).

O mutirão ocorre até sexta-feira (17), com atendimento virtual e presencial das 8h às 16h30, na sede do Procon Estadual da Paraíba, na Avenida Almirante Barroso, 693, no Centro de João Pessoa.

O atendimento virtual ocorre através do WhatsApp (83) 98618-8330. Para o consumidor que optar por atendimento presencial, precisa agendar através do telefone e WhatsApp (83) 3218-5441.

O consumidor pode renegociar dívidas com Energisa, Cagepa, empresas de telefonia, instituições financeiras, dívidas com escolas, universidades e consulta ao SPC e Serasa. 

O consumidor deve chegar, para o atendimento presencial, 10 minutos antes do horário marcado, com máscara de proteção e manter o distanciamento.

No mutirão, o consumidor terá a oportunidade de fazer gratuitamente a consulta ao SPC/SERASA e negociar, seja com bancos virtualmente para toda a Paraíba através da plataforma consumidor.gov.br e pela as empresas de telefonia (OI, TIM,CLARO,VIVO), TVs por assinatura e também juntoas escolas particulares, o sindicato estará presente para que possamos tratar essas demandas.

Para mais informações ou dúvidas, o contato é através do WhatsApp (83) 98618-8330, ou telefone 151 gratuito.

Últimas