Portal Correio Forte Velho recebe a 1ª Remada Ecológica com trilha até o Mirante do Atalaia

Forte Velho recebe a 1ª Remada Ecológica com trilha até o Mirante do Atalaia

Forte Velho, situado no estuário do Rio Paraíba, em Santa Rita, será palco da 1ª Remada Ecológica. O evento, que acontece neste domingo (12), é organizado pelo Grupo Caiaque PB e tem o apoio da Prefeitura Municipal de Santa Rita. De acordo com o idealizador, Alexsandro Batista, cerca de 50 remadores vão sair do píer […]

Portal Correio
Portal Correio

Portal Correio

Portal Correio
Foto: Divulgação

Forte Velho, situado no estuário do Rio Paraíba, em Santa Rita, será palco da 1ª Remada Ecológica. O evento, que acontece neste domingo (12), é organizado pelo Grupo Caiaque PB e tem o apoio da Prefeitura Municipal de Santa Rita.

De acordo com o idealizador, Alexsandro Batista, cerca de 50 remadores vão sair do píer do antigo bar do Pirata, município de Lucena, em direção ao píer de Forte Velho, em Santa Rita. Ao desembarcarem, seguem em caminhada até o Mirante do Atalaia, erguido por volta do ano de 1585 pelas monarquias de Portugal e Espanha (União Ibérica).

O geógrafo Rogério Ferreira e a bióloga Karina Massei, ambos do Instituto InPact, farão uma apresentação sobre a construção do forte e sua localização em meio à mata atlântica e ambiente de restinga. O Mirante do Atalaia fica localizado no alto de uma colina que servia como oratório e observatório na defesa das terras no entorno do estuário, entre os rios e o mar. Esses foram os marcos iniciais da colonização e da implantação da Capitania da Paraíba.

Importante no cenário político estadual, o Distrito de Forte Velho é considerado uma das portas de entrada da Paraíba, desde a sua colonização, no século XVI. Segundo núcleo de povoamento mais antigo do Estado, foi erguido em Santa Rita, ainda em 1580, o primeiro forte da região, o Forte de São Felipe e São Tiago, e o Mirante do Atalaia (ou Forte Velho), que servia como ponto de observação dos portugueses para identificarem possíveis piratas franceses em busca de pau brasil.

A secretária de Meio Ambiente de Santa Rita, Andrea Santos, destacou que eventos como esses vão além do contexto histórico, sendo um canal de preservação do local, composto por manguezais, rico em biodiversidade, berçário de espécies aquáticas e marítimas, e um dos ecossistemas mais ameaçados do planeta. “Este monumento é de extrema importância e riqueza histórica para Santa Rita. E o objetivo dessa atividade é valorizar o meio ambiente cultural de Forte Velho, por meio da divulgação do Mirante do Atalaia, já que este monumento é um patrimônio imaterial cultural”, destacou.

Últimas