Portal Correio João Pessoa é o 3º destino mais procurado do Brasil e registra crescimento de 145,10% nas reservas da rede hoteleira

João Pessoa é o 3º destino mais procurado do Brasil e registra crescimento de 145,10% nas reservas da rede hoteleira

João Pessoa está entre os cinco destinos mais buscados por turistas e foi o terceiro mais vendido em setembro deste ano. A capital paraibana registrou um crescimento de 145,10% nas reservas da rede hoteleira. Os dados são da Omnibees, website de reservas e vendas diretas em hotéis. Para o presidente da Frente Parlamentar de Empreendedorismo […]

Portal Correio
Portal Correio

Portal Correio

Portal Correio
Foto: Divulgação/Prefeitura de João Pessoa

João Pessoa está entre os cinco destinos mais buscados por turistas e foi o terceiro mais vendido em setembro deste ano. A capital paraibana registrou um crescimento de 145,10% nas reservas da rede hoteleira. Os dados são da Omnibees, website de reservas e vendas diretas em hotéis.

Para o presidente da Frente Parlamentar de Empreendedorismo e Desenvolvimento Econômico da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), deputado estadual Eduardo Carneiro, o turismo é peça fundamental para a recuperação da economia brasileira e o verão 2021/2022 promete um novo fôlego para economia do estado a partir do turismo.

“João Pessoa tem grande potencialidade e belezas a tirar de vista, além de possuir boa estrutura e uma ótima gastronomia. Tudo isso, vem atraindo cada vez mais turistas e consolidando a nossa Capital como um destino muito procurado. Quem vem aqui, sempre volta”, afirmou o parlamentar.

No ranking dos municípios mais procurados e mais vendidos estão os seguintes destinos: Porto Seguro (BA), Ipojuca (PE), João Pessoa (PB), Fortaleza (CE) e Balneário Camboriú (SC).

A ocupação média na rede de hotéis em João Pessoa está em 80% para o Réveillon 2021, segundo informações da Empresa Paraibana de Turismo (PBTur). No ano passado, neste mesmo período, o percentual chegava a 65%.

“Os últimos anos foram marcados por desafios e incertezas, sobretudo, para o turismo que sofreu forte impacto em decorrência da pandemia. Com o avanço da vacina, o setor inicia um novo processo de recuperação. E nossa Capital vive essa etapa com a presença de turistas que já circulam, fazendo movimentar a nossa economia, gerando emprego e renda”, destacou Eduardo.

Últimas