Portal Correio Mais 90% da população acima de 30 anos recebeu ao menos a 1ª dose de vacina contra Covid na Paraíba

Mais 90% da população acima de 30 anos recebeu ao menos a 1ª dose de vacina contra Covid na Paraíba

A Paraíba tem uma população acima dos 30 anos estimada em 2.187.300 indivíduos e, segundo os dados do sistema de informação SI-PNI, desse total, 1.187.300 já receberam pelo menos uma dose da vacina contra Covid-19. O número representa mais de 90% da população da faixa etária. Até 23 de agosto, o estado havia recebido mais […]

Portal Correio
Portal Correio

Portal Correio

Portal Correio
Foto: Divulgação

A Paraíba tem uma população acima dos 30 anos estimada em 2.187.300 indivíduos e, segundo os dados do sistema de informação SI-PNI, desse total, 1.187.300 já receberam pelo menos uma dose da vacina contra Covid-19. O número representa mais de 90% da população da faixa etária. Até 23 de agosto, o estado havia recebido mais de 4 milhões de doses de vacinas contra Covid-19, das quais mais de 3,8 milhões já foram distribuídas aos 223 municípios paraibanos.

A campanha de imunização contra o novo coronavírus foi iniciada em 19 de janeiro de 2021. No primeiro momento, a população priorizada era composta de idosos e pessoas com comorbidades, além dos profissionais da saúde, mas o único critério de vacinação atual é a ordem decrescente de idade. Atualmente, cerca de 2,3 milhões de moradores do estado receberam ao menos uma dose de vacina, o que corresponde a 58% da população do estado.

A eficácia da vacinação já é comprovada pelos índices de internação. A Secretaria de Estado da Saúde (SES) observa redução consistente na ocupação de leitos, em uma tendência inversamente proporcional à porcentagem de adultos vacinados com 1ª dose. Em 1º de junho, com apenas 29% da população acima de 18 anos contemplada com a 1ª dose da vacina, a ocupação de leitos atingiu 85%. No dia 23 de agosto, com a porcentagem de adultos vacinados com a 1ª dose já em 78%, a mesma ocupação caiu para 18%, corroborando a efetividade dos imunizantes em prevenir os casos graves e óbitos por Covid-19.

No entanto, o secretário executivo de Saúde, Daniel Beltrammi, reforça a necessidade de máximo empenho de toda a população no sentido de seguirem cumprindo as medidas não farmacológicas de prevenção à Covid-19.

“Detectamos o crescimento do ritmo de transmissão (Rt) da doença e, apesar de termos muitos leitos hospitalares disponíveis, nenhum deles substitui em importância as medidas de proteção à vida”, alerta. O secretário informa ainda que 113 municípios paraibanos estão com Rt maior que 1, o que pode comprometer o atendimento no sistema de saúde. Quando o ritmo de transmissão é superior a 1 significa que cada infectado transmite a doença para mais de uma pessoa e a doença avança.

A Covid-19 é uma doença 100% evitável, uma vez que o uso de máscaras, a manutenção do distanciamento social e a adequada higienização das mãos impedem o contágio pelo vírus de forma efetiva. Para que seja cogitada a possibilidade de descartar essas medidas, é necessário que pelo menos 75% da população esteja contemplada com duas doses de vacina ou com imunizante de dose única. No momento, apenas 21% da população da Paraíba completou o esquema vacinal.

Últimas