Portal Correio Mais de 40% dos estudantes de 13 a 17 anos na PB já sofreram algum episódio de embriaguez

Mais de 40% dos estudantes de 13 a 17 anos na PB já sofreram algum episódio de embriaguez

Cerca de 90,9 mil escolares de 13 a 17 anos já sofreram algum episódio de embriaguez, na Paraíba, conforme a Pesquisa Nacional de Saúde do Escolar (Pense) 2019, divulgada na sexta-feira (10), pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O número corresponde a 43% do total, proporção superior à média do Nordeste (42,5%), mas […]

Portal Correio
Portal Correio

Portal Correio

Portal Correio
Foto: Gabriel Jabur/Agência Brasília

Cerca de 90,9 mil escolares de 13 a 17 anos já sofreram algum episódio de embriaguez, na Paraíba, conforme a Pesquisa Nacional de Saúde do Escolar (Pense) 2019, divulgada na sexta-feira (10), pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O número corresponde a 43% do total, proporção superior à média do Nordeste (42,5%), mas inferior à do Brasil (47%).

A frequência de adolescentes que já tinham passado por essa situação era mais forte no grupo feminino (43,1%), do que no masculino (42,9%); e entre os alunos de escola pública (43,9%), do que de privadas (38,4%).

A pesquisa também aponta que 15,3% dos escolares nessa faixa-etária tiveram problemas com família ou amigos, perderam aulas ou brigaram, uma ou mais vezes, porque tinham bebido.

De modo geral, 59,3% dos escolares paraibanos já haviam experimentado bebida alcoólica alguma vez, índice maior que a média da região (56,5%), porém menor que a brasileira (63,3%).

Além disso, 28,2% tomaram a primeira dose de bebida com 13 anos ou menos e 23,1% haviam consumido bebidas alcoólicas em pelo menos um dia nos 30 dias anteriores à pesquisa.

Em relação ao cigarro, 18,3% fumaram alguma vez – com uma proporção maior entre as mulheres (18,4%), do que entre os homens (18,2%); e entre os escolares de colégios públicos (19,5%), do que dos privados (12,5%). A pesquisa também constatou que 15,4% experimentaram narguilé alguma vez na vida.

Últimas