Portal Correio Olimpio cobra que sejam pautados para votação projetos polêmicos de sua autoria

Olimpio cobra que sejam pautados para votação projetos polêmicos de sua autoria

“Projetos nascem para transformar realidades, não para morrer nas gavetas”, bradou o vereador de Campina Grande, Olimpio Oliveira, na Sessão Remota da Câmara, ao cobrar que seus projetos sejam pautados para votação. Segundo Olímpio, seu empenho nos dias atuais é muito mais pela efetivação de diversas Leis relevantes de sua autoria, do que pela apresentação […]

Portal Correio
Portal Correio

Portal Correio

Portal Correio
Vereador de Campina Grande, Olímpio Oliveira (Foto: Divulgação)

“Projetos nascem para transformar realidades, não para morrer nas gavetas”, bradou o vereador de Campina Grande, Olimpio Oliveira, na Sessão Remota da Câmara, ao cobrar que seus projetos sejam pautados para votação.

Segundo Olímpio, seu empenho nos dias atuais é muito mais pela efetivação de diversas Leis relevantes de sua autoria, do que pela apresentação de novos Projetos, os quais ficam engavetados sem apreciação.

“Os projetos nascem para transformar realidades, não para morrer nas gavetas”, disse Olímpio por meio das suas redes sociais, destacando que ao longo dos seus mandatos pode apresentar diversos Projetos de Lei, já transformados em Lei, bem como, outros que estão sendo foco da sua atuação parlamentar junto aos seus pares para que sejam colocados em análise.

“Hoje eu estou muito mais preocupado em tirar do papel as Leis relevantes que eu já produzi do que produzir novas Leis que sequer serão efetivadas. Há dois ou três anos que pouquíssimos projetos meus são apreciados. Eles encontram, eu não sei como, o caminho das gavetas. Eu tenho projetos polêmicos, tenho sim. Eu não fui eleito somente para apreciar projetos simpáticos. Aí eu pergunto é polêmico você tratar de projeto como o do Orçamento Impositivo é sim polêmico, ninguém quer assinar sequer o projeto. Mas a gente por uma questão de ética, porque não discute isso? Eu pergunto porque a gente não discute a questão de um IPTU justo! Pois é justo um cidadão pagar um IPTU igual morando em parte de uma rua sem calçamento, enquanto a outra parte é calçada?”, disse Olímpio, por meio das suas redes sociais. 

Últimas