Portal Correio Paraíba participa de pesquisa sorológica nacional sobre Covid-19

Paraíba participa de pesquisa sorológica nacional sobre Covid-19

A Secretaria de Saúde do Estado (SES) será parceira da pesquisa de soro prevalência do novo coronavírus coordenada pelo Ministério da Saúde, Organização Pan-americana de Saúde (OPAS) e Instituto Brasileiro de Geografia Estatística (IBGE). O intuito do estudo, chamado de Prevcov, é saber a situação da população em relação à Covid-19, por meio de testagem […]

Portal Correio
Coronavírus

Coronavírus

Portal Correio
Coronavírus (Foto: Pixabay)

A Secretaria de Saúde do Estado (SES) será parceira da pesquisa de soro prevalência do novo coronavírus coordenada pelo Ministério da Saúde, Organização Pan-americana de Saúde (OPAS) e Instituto Brasileiro de Geografia Estatística (IBGE).

O intuito do estudo, chamado de Prevcov, é saber a situação da população em relação à Covid-19, por meio de testagem e entrevistas. A pesquisa terá início neste mês de setembro, na Grande João Pessoa e no município de Mamanguape. 
 
Os domicílios foram selecionados previamente a partir do banco de dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), com base na pesquisa por amostra de domicílios realizada em 2020. Na Paraíba, a pesquisa será viabilizada pelo laboratório Hermes Pardini, que enviará equipes para fazer a coleta dos exames de sangue na população. Posteriormente, as amostras serão analisadas pela Fundação Osvaldo Cruz (Fiocruz).
 
De acordo com a pesquisadora técnica do Ministério da Saúde, Danniely Soares, é importante que a população selecionada contribua para o estudo.

“Esta é uma pesquisa que está sendo validada pelo Ministério da Saúde, Secretaria Estadual de Saúde e pelos Municípios, a confidencialidade dos participantes é garantida por meio de um termo de participação e após a coleta eles receberão um código de barras para monitorar o resultado do exame via internet”, explica.
 
O exame sorológico, realizado por meio da coleta de sangue irá fazer a detecção de anticorpos IGG, para saber se a população possui anticorpos contra a Covid-19. Com a Prevcov estima-se que será possível entender o cenário da doença no Brasil e a partir daí saber como o anticorpo se comporta na população e planejar ações futuras contra o vírus.

Últimas