Portal Correio Paraíba realiza pesquisa para mapear incidência do coronavírus nas escolas

Paraíba realiza pesquisa para mapear incidência do coronavírus nas escolas

O Governo da Paraíba realiza a partir do mês de outubro testagens de antígeno para Covid-19 em estudantes e professores das escolas públicas e particulares de todos os níveis de ensino do estado. A iniciativa faz parte do Programa Continuar Cuidando – Educação, desenvolvido por meio da parceria entre a Secretaria de Estado da Saúde […]

Portal Correio
Portal Correio

Portal Correio

Portal Correio
Foto: Imagem ilustrativa | Divulgação

O Governo da Paraíba realiza a partir do mês de outubro testagens de antígeno para Covid-19 em estudantes e professores das escolas públicas e particulares de todos os níveis de ensino do estado.

A iniciativa faz parte do Programa Continuar Cuidando – Educação, desenvolvido por meio da parceria entre a Secretaria de Estado da Saúde e a Secretaria da Educação e da Ciência e Tecnologia.

A ideia é produzir estimativas de incidência do vírus em estudantes e professores, bem como auxiliar na elaboração do cronograma de atividades escolares presenciais previstas no Plano Educação para Todos em Tempos de Pandemia.

Os testes serão realizados por amostragem em 1.120 instituições de níveis infantil a médio em 189 municípios selecionados por sorteio. O quantitativo de estabelecimentos de ensino superior ainda não foi definido.

Em cada unidade, 20 alunos e 10 professores serão escolhidos por amostragem para participar do inquérito. Serão 41.919 indivíduos testados entre os meses de outubro e dezembro de 2021.

“Com essas informações será possível oferecer um maior nível de confiabilidade no planejamento e retomada das atividades presenciais, que está sendo gradativa”, afirma o secretário executivo de saúde, Daniel Beltrammi

O teste de antígeno é rápido, indolor e pode detectar a proteína viral do SARS-CoV-2. Se o resultado for positivo, indica infecção viral ativa. Esse tipo de teste é o mais rápido em relação aos demais, o resultado é disponibilizado em poucos minutos.

“De posse desses números, adotaremos ações relevantes para garantir a segurança de todos nas localidades mais comprometidas, além de haver uma resposta para as famílias das crianças que foram testadas, em caso de resultado positivo.”, explicou Daniel Beltrammi.

A anuência dos responsáveis pelos estudantes menores de 18 anos é obrigatória. “A participação de toda comunidade da educação e das famílias neste momento retomada é de total importância para que possamos acompanhar a circulação do vírus diante das atividades presenciais. Esse controle nos garantirá mais proteção e a certeza de que estamos fazendo uma retomada segura para todos”, finalizou o secretário.

As primeiras unidades a serem visitadas serão as escolas de ensino infantil. A testagem desse público está prevista para ser realizada entre os dias 18 e 22 de outubro. Na sequência, serão atendidas as escolas de ensino fundamental. As séries iniciais participarão entre os dias 1º e 5 de novembro, e as finais de 15 a 19 do mesmo mês.

As instituições de ensino médio serão contempladas no período compreendido entre 28 de novembro e 2 de dezembro e, por fim, estudantes e professores de nível superior serão testados entre os dias 12 e 16 de dezembro.

Últimas