Portal Correio Preço médio da cesta básica chega a R$ 491 em João Pessoa e compromete 48% do salário mínimo

Preço médio da cesta básica chega a R$ 491 em João Pessoa e compromete 48% do salário mínimo

O custo médio da cesta básica em João Pessoa subiu 3,04% no mês de outubro, segundo divulgou nesta sexta-feira (5) o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese). De acordo com o levantamento, o conjunto de itens básicos de alimentação custa R$ 491,12. O valor compromete 48,27% do salário mínimo e corresponde a 98 […]

Portal Correio
Portal Correio

Portal Correio

Portal Correio
Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

O custo médio da cesta básica em João Pessoa subiu 3,04% no mês de outubro, segundo divulgou nesta sexta-feira (5) o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese).

De acordo com o levantamento, o conjunto de itens básicos de alimentação custa R$ 491,12. O valor compromete 48,27% do salário mínimo e corresponde a 98 horas e 13 minutos de trabalho.

Ainda conforme o Dieese, o preço da cesta básica em João Pessoa sofreu variação de 3,35% no ano de 2021. Se considerados os últimos 12 meses, a variação é de 9,15%.

O arroz foi o único produto em estabilidade de preço em relação aos dados de setembro. Entre os itens que apresentaram alta no preço médio, destacam-se: tomate (44,83%), farinha (2,60%), café (1,72%), manteiga (1,49%), banana (1,29%), óleo (0,44%), leite (0,38%) e açúcar (0,27%).

Já os itens com reduções de preços mais expressivas em relação ao mês de setembro foram: pão (2,27%), feijão (1,45%) e carne (0,33%).

O Dieese também registrou alterações no preço médio do cuscuz e do ovo em João Pessoa, importantes insumos alimentares presentes nos hábitos nutricionais dos paraibanos.

Em outubro, o custo médio do pacote de 500g do cuscuz foi de R$ 1,86, valor 2,82% inferior à média de setembro que foi de R$ 1,91. Foi possível constatar para esse item um preço máximo de R$ 2,95 e um valor mínimo de R$ 1,29.

A bandeja com 30 ovos teve custo médio de R$ 16,39 em outubro, valor 0,84% inferior ao preço de setembro, que foi R$ 16,53. Verificou-se um preço máximo de R$ 20,99 e um valor mínimo de R$ 11,99.

Dados nacionais

O custo médio da cesta básica de alimentos aumentou em 16 das 17 Capitais analisadas pelo Dieese. Apenas Recife-PE registrou redução. As maiores altas foram registradas em Vitória-ES (6%), Florianópolis-SC (5,71%), Rio de Janeiro-RJ (4,79%), Curitiba-PR (4,75%) e Brasília (4,28%).

O Dieese estima que o salário mínimo necessário deveria ser equivalente a R$ 5.886,50, o que corresponde a 5,35 vezes o piso nacional vigente, de R$ 1.100,00. O cálculo é feito levando em consideração uma família de quatro pessoas, com dois adultos e duas crianças.

Últimas