Portal Correio Presa por matar mulher em fila de bar diz que cometeu crime porque levou ‘tapa na cara’

Presa por matar mulher em fila de bar diz que cometeu crime porque levou ‘tapa na cara’

Uma mulher de 24 anos foi presa na manhã desta quarta-feira (28) suspeita de matar Nikelly Bruna dos Santos, de 23 anos, na fila do banheiro de um bar.  O crime ocorreu em um sítio na Zona Rural da cidade de Cajazeiras, no Sertão da Paraíba, no domingo (25), mas a suspeita foi presa em […]

Portal Correio
Portal Correio

Portal Correio

Portal Correio
Nikelly Bruna dos Santos (Foto: Reprodução/TV Correio/Arquico pessoal)

Uma mulher de 24 anos foi presa na manhã desta quarta-feira (28) suspeita de matar Nikelly Bruna dos Santos, de 23 anos, na fila do banheiro de um bar.  O crime ocorreu em um sítio na Zona Rural da cidade de Cajazeiras, no Sertão da Paraíba, no domingo (25), mas a suspeita foi presa em uma pousada no bairro das Malvinas, em Campina Grande. As informações são da TV Correio.

Ao ser presa, a mulher disse que cometeu o crime porque a vítima teria dado um tapa no rosto dela. “Estou arrependida demais, por causa dos meus filhos”.

A mulher foi presa após investigações da Polícia Civil em Cajazeiras e Campina Grande, cumpria regime semiaberto por outros crimes e, segundo a polícia, ela teria quebrado a tornozeleira eletrônica para tentar driblar o monitoramento.

O caso

O caso foi registrado pelo Batalhão de Polícia Militar de Cajazeiras, que explicou através de nota oficial como o fato ocorreu. “A suspeita havia, de forma involuntária ou não, se chocado contra a vítima. Esta última não gostou e começou a ofender a suspeita, que, por sua vez, desferiu três golpes de faca peixeira na vítima”.

Ainda de acordo com a PM, a mulher foi socorrida para o Hospital Regional de Cajazeiras, onde faleceu, na sala de cirurgia, ocasião em que a corporação tomou conhecimento da ocorrência.

Equipes policiais fizeram rondas na localidade onde a suspeita mora, mas ela tinha fugido logo depois do crime.

Últimas