Portal Correio Punido pelo STJD, presidente do Treze é afastado e vice-presidente assume

Punido pelo STJD, presidente do Treze é afastado e vice-presidente assume

O vice-presidente do Treze, João Paiva Filho, assumiu a diretoria executiva do clube, depois da punição do presidente Walter Junior, por parte do Superior Tribunal de Justiça Desportiva da CBF. Com isso, Paiva passa a responder pelo clube como determina o Estatuto do Treze. A oficialização de João Paiva Filho como presidente interino do Treze […]

Portal Correio

O vice-presidente do Treze, João Paiva Filho, assumiu a diretoria executiva do clube, depois da punição do presidente Walter Junior, por parte do Superior Tribunal de Justiça Desportiva da CBF. Com isso, Paiva passa a responder pelo clube como determina o Estatuto do Treze.

A oficialização de João Paiva Filho como presidente interino do Treze foi feita à Federação Paraibana de Futebol que, por sua vez, certificou à CBF. Com isso, todos os documentos, cheques e os novos contratos de jogadores são assinados por Paiva.

“Isso acontece depois de uma multa de R$ 5 mil ao presidente Walter Junior por parte do STJD, com base no não pagamento de despesas referentes ao jogo do Treze contra o América-MG pela Copa do Brasil. Por isso, ele me chamou e resolveu passar o cargo de presidente, alegando que é preferível gastar o dinheiro da multa e pagar as contas do clube”, disse João Paiva.

O presidente interino não sabe quanto tempo vai ficar à frente do cargo, mas promete que será transparente em tudo. Pretende fazer um trabalho de restauração no Treze. Paiva já está mantendo contato com alguns jogadores para reforçar o time do Treze para o próximo jogo contra o Floresta-CE.

O jogo do Treze diante do Floresta-CE está marcado para o próximo dia 12, terça-feira, no estádio Amigão, em Campina Grande, pela fase preliminar da Copa do Nordeste. Pelo regulamento, a decisão da vaga para a próxima fase será em jogo único. O Treze tem a vantagem apenas de jogar com o mando de campo.

Punição do presidente

O presidente do Treze, Walter Cavalcanti Júnior, foi punido pelo não pagamento de diárias, transportes e taxas da arbitragem em partidas na Copa do Brasil. A suspensão preventiva é válida até o cumprimento das obrigações e os três presidentes ainda serão julgados por descumprimento do artigo 223 e os clubes dos artigos 223 e 191, todos do CBJD.

O Treze e América-RN se enfrentaram em 18 de março, pela Copa do Brasil, e constou na súmula o não pagamento das taxas. O clube mandante foi julgado pela Segunda Comissão em 1º de junho e multado em R$ 5 mil por descumprir a obrigação, além de ser determinada a juntada do comprovante do pagamento das taxas.

Últimas