Portal Correio Secretaria de Juventude afirma que artesanato é opção de trabalho e renda para jovens

Secretaria de Juventude afirma que artesanato é opção de trabalho e renda para jovens

A secretária Executiva de Juventude da Paraíba, Rafaela Camaraense, defendeu nesta sexta-feira (7) o artesanato como uma opção de trabalho e renda para jovens no estado. A defesa foi feita durante o lançamento da 33ª edição do Salão do Artesanato Paraibano, realizado em João Pessoa. Para a gestora, a produção artesanal proporciona um complemento para […]

Portal Correio
Portal Correio

Portal Correio

Portal Correio
Foto: Divulgação

A secretária Executiva de Juventude da Paraíba, Rafaela Camaraense, defendeu nesta sexta-feira (7) o artesanato como uma opção de trabalho e renda para jovens no estado. A defesa foi feita durante o lançamento da 33ª edição do Salão do Artesanato Paraibano, realizado em João Pessoa. Para a gestora, a produção artesanal proporciona um complemento para a renda e em muitos casos a principal fonte de sustento familiar.
 
“Muitos jovens adotam o trabalho artesanal como uma opção de trabalho devido a dificuldade de recolocação no mercado de trabalho e até de novo emprego. O artesanato é uma solução para se gerar uma renda e, por isso, defendemos o apoio aos artesãos. O Governo do Estado e o Sebrae observam essa realidade e investem nos nossos artesãos, dando apoio e também garantindo a realização do Salão do Artesanato Paraibano”, destacou a secretária.
 
Pesquisa realizada pela plataforma digital Clube de Artesanato mostra que a motivação de 49% dos entrevistados que trabalham com artesanato é a complementação da renda familiar. Em 63% das residências, há apenas uma pessoa com trabalho fixo e, em momento de crise, o artesanato ajudou 56% dos entrevistados. Além disso, 31% dos artesãos sustentam entre duas e quatro pessoas com a renda de seu trabalho.
 
Salão – Com a flexibilização das medidas restritivas para combater a pandemia do coronavírus, a realização do evento terá como tema “Toda Arte que Vem do Mar”. O Salão ocorrerá de 12 de janeiro a 2 de fevereiro, das 16h às 22h, numa estrutura montada na avenida Cabo Branco, em João Pessoa.
 
O Salão do Artesanato Paraibano vai homenagear artesãs que trabalham com escamas, conchas e mariscos, entre outras matérias-primas do ambiente marinho. A maioria das homenageadas é dos municípios de João Pessoa, Cabedelo e Pitimbu. A 33ª edição contará com a participação de 400 artesãos de todas as regiões do Estado.
 
No local do evento, será montada uma galeria em homenagem a 11 artesãos e uma réplica do Centro de Referência da Renda Renascença e do Artesanato (Crença), cujo prédio está localizado em Monteiro, no Cariri paraibano, considerado o epicentro da renda renascença e entregue pelo Governo do Estado em novembro deste ano.
 
O Salão do Artesanato Paraibano é uma realização do Governo da Paraíba e do Sebrae-PB em parceria com o Empreender-PB; Empresa Paraibana de Comunicação (EPC); Companhia de Água e Esgotos da Paraíba  (Cagepa); Departamento Estadual de Trânsito da Paraíba (Detran-PB); Junta Comercial do Estado da Paraíba (Jucep); Procon-PB; Fundação Espaço Cultural José Lins do Rego (Funesc); Federação das Indústrias do Estado da Paraíba (Fiep); Prefeitura Municipal de João Pessoa; e Arquidiocese da Paraíba.

Últimas