Portal Correio Semob-JP interdita trecho da Orla do Cabo Branco e orienta população para desvios

Semob-JP interdita trecho da Orla do Cabo Branco e orienta população para desvios

Para garantir a segurança de todos que passeiam ou se exercitam pela Orla do Cabo Branco, na Zona Leste da Capital, a Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana de João Pessoa (Semob-JP) vai interditar, a partir das 16h desta segunda-feira (26), o trecho da Avenida Cabo Branco localizado entre o cruzamento com a Avenida João Cirilo […]

Portal Correio
Portal Correio

Portal Correio

Portal Correio
Foto: Divulgaação/Secom-JP

Para garantir a segurança de todos que passeiam ou se exercitam pela Orla do Cabo Branco, na Zona Leste da Capital, a Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana de João Pessoa (Semob-JP) vai interditar, a partir das 16h desta segunda-feira (26), o trecho da Avenida Cabo Branco localizado entre o cruzamento com a Avenida João Cirilo da Silva e o girador da Rua Edvaldo Bezerra Cavalcanti Pinho.

De acordo com o superintendente de mobilidade, George Morais, a medida se faz necessária em cumprimento a uma solicitação da Defesa Civil de João Pessoa, que fez vistoria no local e verificou riscos para quem se desloca na área.

“Foram vistoriadas as condições da calçada e ciclovia, onde ficaram constatados trechos em ruínas, além de rachaduras nas faixas de rolamento. Sendo assim, estamos atendendo a partir de hoje (26) a Defesa Civil, que solicitou interdição imediata do trecho, evitando a ocorrência de incidentes. Pedimos a todos que compreendam esta situação e evitem passar na localidade”, explica Morais.

Para isolar e sinalizar a área interditada serão instaladas manilhas. Segundo Sanderson Cesário, diretor de operações da Semob-JP, só será permitida no local passagem de veículos com destino a estabelecimentos comerciais instalados no trecho.

“Tanto quem sai do Altiplano quanto do Cabo Branco deverá acessar como rota alternativa a Avenida João Cirilo da Silva e, sendo necessário, seguir pelas alças da Rua da Mata”, detalhou.

Últimas