Portal Correio Sistema Único de Saúde (SUS) realizou quase 180 mil mamografias na Paraíba desde 2019

Sistema Único de Saúde (SUS) realizou quase 180 mil mamografias na Paraíba desde 2019

Entre 2019 e 2021, o Sistema Único de Saúde (SUS) realizou 179.578 exames de rastreamento de câncer de mama nas unidades de saúde públicas da Paraíba. Ao todo, segundo dados do Ministério da Saúde, foram investidos R$ 6,6 milhões em mamografias. Do total de exames realizados, mais da metade (91.009) foram em mulheres entre 50 […]

Portal Correio
(Foto: Divulgação/Secom-JP)

Entre 2019 e 2021, o Sistema Único de Saúde (SUS) realizou 179.578 exames de rastreamento de câncer de mama nas unidades de saúde públicas da Paraíba. Ao todo, segundo dados do Ministério da Saúde, foram investidos R$ 6,6 milhões em mamografias.

Mais notícias de Saúde

Do total de exames realizados, mais da metade (91.009) foram em mulheres entre 50 e 69 anos, faixa etária com maior risco para o desenvolvimento da doença. Entre o período de 2020 e 2021, foi observado um aumento de 35,1% na realização das mamografias em mulheres.

No Nordeste, foram realizadas mais de 2,6 milhões de mamografias pelo Sistema Único de Saúde (SUS) em todos os nove estados. A Bahia obteve o melhor resultado, com 873.820 exames. Na sequência, estão os estados de Pernambuco (475.261), Ceará (252.266) e Alagoas (243.113).

De acordo com o Ministério da Saúde, a redução da mortalidade por câncer de mama atribuída a mamografia de rastreamento, inicialmente estimada em torno de 30%, nos casos seguidos de estudos foi rebaixada, sendo estimada atualmente em 15%.

O Sistema Único de Saúde também oferece atenção integral à prevenção e ao tratamento do câncer de mama, recomendando a mamografia de rotina em mulheres sem sintomas ou sinais da doença entre a faixa etária de 50 a 69 anos, uma vez a cada dois anos. A orientação sobre mudanças habituais nas mamas em diferentes momentos do ciclo de vida e sinais suspeitos também são repassados as pacientes do SUS.

Acompanhe a TV Correio na Internet

Sinais e sintomas

O sintoma mais comum do câncer de mama é o caroço (nódulo) no seio, estando presente em 90% dos casos da doença. Também é possível aparecer sintomas como: pele da mama avermelhada, retraída ou com aspecto de casca de laranja; pequenos caroços embaixo do braço ou no pescoço; alterações no bico do peito; e saída espontânea de líquido de um dos mamilos. Com qualquer um desses sintomas, é necessário consultar um profissional de saúde para análise.

Segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA), um a cada três casos de câncer pode ser curado se for descoberto logo no início. Desta forma, combater fatores de risco como sedentarismo, obesidade, consumo de bebida alcoólica e sobrepeso após a menopausa é essencial. Além disso, entre 5% e 10% dos casos estão relacionados com causas hereditárias ou genéticas.

Últimas