Cidades Prefeitura de João Pessoa cria ‘comitê de crise climatológica’ após maiores chuvas em 30 anos

Prefeitura de João Pessoa cria ‘comitê de crise climatológica’ após maiores chuvas em 30 anos

O prefeito Cícero Lucena (Progressistas) reuniu os secretários para avaliar os impactos da precipitação recorde em João Pessoa, nessa sexta-feira (26), e planejar as próximas ações. A reunião aconteceu no Centro Administrativo Municipal (CAM), em Água Fria, e resultou na instalação do comitê de crise climatológica sob a coordenação da Secretaria Executiva de Defesa Civil. […]

Portal Correio

O prefeito Cícero Lucena (Progressistas) reuniu os secretários para avaliar os impactos da precipitação recorde em João Pessoa, nessa sexta-feira (26), e planejar as próximas ações. A reunião aconteceu no Centro Administrativo Municipal (CAM), em Água Fria, e resultou na instalação do comitê de crise climatológica sob a coordenação da Secretaria Executiva de Defesa Civil.

Veja aqui a cobertura completa das chuvas em João Pessoa

Os dados pluviométricos apontam que choveu no intervalo de 8 horas o total de 167,8 milímetros. A média histórica para o mês de fevereiro inteiro, conforme medições dos últimos 30 anos, é de 108 milímetros. O índice superou em 55% a média.

“Com previsão de mais chuvas nas próximas horas, todas as secretarias municipais estarão de prontidão no fim de semana com equipes prontas para atender às demandas causadas pela chuva”, disse a prefeitura.
 
Segundo o prefeito Cícero Lucena, toda a estrutura da prefeitura e secretarias estará de prontidão para atender as necessidades causadas pelas chuvas e minimizar o impacto na vida do pessoense.

“Todo o plano emergencial foi desenhado e estabelecidas as equipes preparadas para fazer o atendimento que por ventura seja necessário acontecer. Na área social, de engenharia, de trânsito estamos estruturados para podermos enfrentar essa situação”, definiu.
 
O prefeito também destacou que, apesar da chuva intensa e de diversas ocorrências de inundação, alguns deslizamentos e rompimento de tubulações, não houve mortes e nem residências sofreram situações mais graves.

“Recebemos os primeiros relatórios sobre a evidência dessa chuva que superou em muito a média histórica para o período. A estrutura de drenagem da cidade não suporta, não está planejada para isso. Graças a Deus, sem nenhum registro de morte ou desabamento de casa. Estamos estruturados e preparados para acompanhar esse momento”, afirmou.
 
A força-tarefa envolve as Secretarias de Defesa Civil, Infraestrutura, Meio Ambiente, Desenvolvimento Urbano, Desenvolvimento Social, Direitos Humanos e Cidadania, Emlur e Superintendência de Mobilidade Urbana.
 
A Secretaria de Infraestrutura vai manter equipe de plantão com 2 diretores, 50 servidores, com maquinário para realizar serviços durante todo o fim de semana. Serão retroescavadeiras, caçambas, caminhões de jato e sucção, carro-pipa e munck para atender aos serviços necessários.

Números emergência nas chuvas

Defesa Civil: 0800 285 9020 Seinfra: 0800 031 1530 Semam: 3218-9208 Semob: 118 ou 98760-2134 (WhatsApp)

Últimas