Cidades Preso é decapitado durante rebelião em penitenciária de Cascavel (PR)

Preso é decapitado durante rebelião em penitenciária de Cascavel (PR)

Três agentes foram feitos reféns; um deles foi libertado com ferimentos

Preso é decapitado durante rebelião em penitenciária de Cascavel (PR)

Rebelados da PEC cortaram cabeça de preso que cumpria pena por estupro

Rebelados da PEC cortaram cabeça de preso que cumpria pena por estupro

Reprodução/Ric Mais - 09/11/2017

Um preso foi decapitado durante uma rebelião na Penitenciária Estadual de Cascavel (PEC), no Paraná. A morte ocorreu na noite desta quinta-feira (9). Segundo a Secretaria da Segurança Pública (Sesp), três agentes penitenciários foram feitos reféns pelos detentos. Um dos reféns já foi libertado e os outros dois continuam em poder dos rebelados. O agente liberado pelos presidiários estava bastante ferido e precisou ser levado para hospital.

A rebelião começou por volta das 15h30 de quinta-feira. Em nota, a Sesp informou que informações preliminares apontam para uma possível briga entre facções criminosas. Imagens do motim que circulam pela internet mostram um dos detentos segurando a cabeça cortada de um preso que cumpria pena por estupro. Os rebelados também colocaram no telhado da PEC uma faixa com a sigla do Primeiro Comando da Capital e o número 1533.

Desde o início da rebelião, a PEC foi cercada por policiais militares e agentes penitenciários do Setor de Operações Especiais (SOE). Eles tentavam negociar com os presos amotinados. De acordo com a Sesp, a capacidade da PEC é para 1.160 presos, mas abrigava 980 detentos no momento do motim.

Por meio de nota, o Sindicato dos Agentes Penitenciários do Paraná (Sindarspen) disse que “há informações de que os dois trabalhadores que ainda estão com os detentos também estão feridos”. De acordo com o Sindarspen, o agente liberado pelos presos apresentava graves ferimentos no rosto e na cabeça.

    Access log