Cidades Professor morre com Covid-19 dois dias depois de ser internado e cinco dias após perder o irmão para a doença

Professor morre com Covid-19 dois dias depois de ser internado e cinco dias após perder o irmão para a doença

O professor Wellington Pereira morreu na noite dessa sexta-feira (19), vítima da Covid-19. Ele estava internado em um hospital particular de João Pessoa desde quarta-feira (17). Wellington tinha diabates e descobriu que estava com Covid na segunda-feira (15). Na terça (16), ele publicou um texto nas redes sociais, falando sobre a comorbidade, que estava em […]

Portal Correio
Portal Correio

Portal Correio

Portal Correio

O professor Wellington Pereira morreu na noite dessa sexta-feira (19), vítima da Covid-19. Ele estava internado em um hospital particular de João Pessoa desde quarta-feira (17).

Wellington tinha diabates e descobriu que estava com Covid na segunda-feira (15). Na terça (16), ele publicou um texto nas redes sociais, falando sobre a comorbidade, que estava em isolamento desde o início da pandemia, mas que precisou sair nos últimos dias para fazer exames médicos. Em um desses exames, ele confirmou que estava com coronavírus, mas apresentava sintomas leves. O problema evoluiu rapidamente e na quarta (17), ele precisou ser inetrnado. Na quinta (18), seguiu para a intubação.

“Gerações de jornalistas paraibanos foram formadas pela generosidade e competência do mestre que se dedicava à sala de aula com a mesma devoção que às letras. Intelectual respeitado e ao mesmo tempo homem simples, Wellington marcou a vida de quem pôde desfrutar de seu convívio”, disse o Sindicato dos Jornalistas da Paraíba, em nota de pesar.

“É com esse sentimento de gratidão e ao mesmo tempo de saudade que prestamos solidariedade à família, alunos, ex-alunos e amigos do querido professor e escritor Wellinton Pereira”, publicou o sindicato.

Wellington Pereira era aposentado, mestre em Letras pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB) e doutor em Sociologia pela Universidade Paris-Descartes, da França.

Ele também era escritor e continuava ativo. Em de 2020, lançou o livro de contos ‘O voo noturno do Pintarroxo’, pela Ideia Editora, e preparava o lançamento de mais um livro.

O professor era irmão do presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Telecomunicações do Estado da Paraíba (Sinttel-PB), Wallace de Oliveira Pereira, que morreu no domingo (14), também com Covid-19.

Últimas