Cidades Projeto de Pollyanna Dutra pede vacinação de todos os trabalhadores de hospitais de referência para a Covid-19

Projeto de Pollyanna Dutra pede vacinação de todos os trabalhadores de hospitais de referência para a Covid-19

A Assembleia Legislativa da Paraíba aprovou, por unanimidade, o requerimento nº 14.123/2021, de autoria da deputada Pollyanna Dutra, que pede a vacinação de todos os trabalhadores dos hospitais de referência para o tratamento da Covid-19 no estado da Paraíba. A matéria da parlamentar foi apreciada durante a 10ª Sessão Ordinária da Casa de Epitácio Pessoa, […]

Portal Correio
Portal Correio

Portal Correio

Portal Correio
Pollyanna Dutra (Foto: Divulgação)

A Assembleia Legislativa da Paraíba aprovou, por unanimidade, o requerimento nº 14.123/2021, de autoria da deputada Pollyanna Dutra, que pede a vacinação de todos os trabalhadores dos hospitais de referência para o tratamento da Covid-19 no estado da Paraíba. A matéria da parlamentar foi apreciada durante a 10ª Sessão Ordinária da Casa de Epitácio Pessoa, realizada nesta terça-feira (13) e, agora, segue para apreciação por parte do governo do estado e da Secretaria de Estado da Saúde.

Na justificativa do seu projeto, a parlamentar destacou a importância desses profissionais, sobretudo em tempos tão desafiadores. “A relevância do importante trabalho exercido pelos profissionais de saúde nunca foi tão reconhecida no Brasil, que no último ano se valeu deste grupo de trabalhadores como fonte de esperança diante de dias difíceis. Para além do reconhecimento, todavia, este grupo, especialmente a sua face mais anônima, composta por porteiros, maqueiros, auxiliares de serviços gerais e diversos outros profissionais da linha de frente do enfrentamento à Covid-19, exige a oferta de condições adequadas de trabalho a fim de proteger a vida destas pessoas, que há mais de um ano se expõem a um extremo risco em defesa da saúde da população paraibana”, pontuou.

Para Dutra, é inadmissível que esses trabalhadores continuem se submetendo ao risco da linha de frente da Covid-19 sem terem acesso à vacinação. “É inadmissível que profissionais de tamanha relevância no enfrentamento a essa situação ainda não tenham sido vacinados, sobretudo em hospitais de referência no enfrentamento à Covid-19 no nosso Estado, e que, portanto, lidam diariamente com pacientes infectados e se expõem ao coronavírus”, complementou.

Últimas