Veto de aumento dos salários: crise no governo Zema

O Governo de Minas sofreu um baque após o veto parcial do governador Romeu Zema ao projeto de lei que trata da recomposição salarial dos agentes de segurança. O secretário de governo, Bilac Pinto, entregou o cargo e o vice-governador, Paulo Brant, rompeu com o partido Novo. Nesta quinta-feira (12), deputados ligados às polícias afirmaram que estão dispostos a se aliar à oposição para derrubar, na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), os vetos do governador.