Cidades RJ: Governo pretende lançar projeto para ocupação de comunidades

RJ: Governo pretende lançar projeto para ocupação de comunidades

Governador, Cláudio Castro (PSC), afirmou que não se trata de um relançamento das UPPs (Unidades de Polícia Pacificadoras) 

  • Cidades | Rafael Nascimento, do R7 *, com Record TV Rio

Projeto terá o nome de "Estado Presente" e vai contar com a promoção de serviços do Governo

Projeto terá o nome de "Estado Presente" e vai contar com a promoção de serviços do Governo

Fernando Frazão/Agência Brasil

O governador do Estado do Rio de Janeiro, Cláudio Castro, anunciou em um evento nesta quinta-feira (13) que pretende lançar em breve um novo projeto para ocupação de comunidades. Com o nome de "Estado Presente", o programa vai ter a promoção de serviços como aumento de creches, por exemplo.

A assessoria do governador deixou claro que não se trata de um relançamento das antigas UPPs (Unidades de Polícia Pacificadoras), mas sim um novo projeto. Os locais que vão receber o "Estado Presente" ainda não foram definidos.

Núcleo de Atendimento Integrado

Na cerimônia foi assinada a cessão de um terreno que vai dar lugar ao NAI (Núcleo de Atendimento Integrado), na Leopoldina, zona portuária do Rio de Janeiro. O espaço pretende dar apoio integrado aos menores que cometerem infrações no Estado.

A promessa é que o jovem que for encaminhado ao NAI tenha à disposição, além da estrutura da Polícia Civil, equipes do Judiciário, do MP (Ministério Público) e da Defensoria Pública, com assistentes sociais e psicólogos, que deverão auxiliar a esclarecer o que levou àquele ato infracional. No mesmo espaço, a ideia é que ele passe por uma capacitação profissionalizante.

A assinatura do termo foi realizada em conjunto com o presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Henrique Carlos de Andrade Figueira.

* Estagiário do R7 sob supervisão de PH Rosa

Últimas