Cidades Saiba motivos que levariam Neymar a ser melhor do mundo

Saiba motivos que levariam Neymar a ser melhor do mundo

O saudoso Mário Sérgio Pontes de Paiva já dizia, sobre sua carreira:

Portal Correio

O saudoso Mário Sérgio Pontes de Paiva já dizia, sobre sua carreira: “Tudo na minha vida veio aos poucos, minhas maiores conquistas ocorreram quando eu era mais velho”. No futebol, uns chegam ao auge logo cedo. Outros, precisam de um tempo para amadurecer. Parece ser o caso de Neymar, que nesta terça (18) entra em mais um momento decisivo da carreira. Ele estará em campo na semifinal da Liga dos Campeões, contra o Leipzig.

Leia também: Treze segura a vantagem e conquista o Campeonato Paraibano

O maior craque brasileiro da atualidade nunca esteve tão perto da consagração na Europa. Não só em função do título, mas por causa de suas atuações, que têm sido determinantes para sua equipe. Com esse rendimento, ele tem tudo para se sagrar finalmente o melhor jogador do mundo, em eleição da Fifa no fim do ano. Veja os motivos:

1 – Pleno potencial – Aos 28 anos, Neymar tem conseguido unir três itens em seu estilo de jogo: qualidade técnica; força física e protagonismo, situações que, tanto no Santos quanto no Barcelona, não costumavam estar integradas;

2 – Treino forte – Durante a quarentena em Mangaratiba, Neymar treinou forte e chegou ao PSG muito bem preparado. Isso o ajudou, por exemplo, a sobrar em campo contra a Atalanta, pelas quartas. Jogou no nível de Messi e das estrelas maiores, chamando para si a responsabilidade e, muitas vezes, superando até mesmo cinco adversários na velocidade e nos dribles;

3 –  Posicionamento – O bom treinador Thomas Tuchel descobriu uma posição adequada para Neymar no PSG, colocando-o para jogar como um meia que, além de armar as jogadas, chega para as finalizações. Com muita visão de jogo, Neymar tem conseguido, além de marcar gols (foram 19 em 25 partidas na temporada 2019-2020), colocar os companheiros na cara do gol (11 assistências na temporada);

4 – Entrosamento – O que tem ajudado o craque é a presença de Mbappé em campo. Com velocidade e vigor físico, o francês tem sido o companheiro ideal por prender pelo menos dois marcadores e facilitar para Neymar, que, diferentemente dos tempos em que jogava com Messi, encontra mais espaços, por vir de trás com a bola dominada;

5 – Postura – Em campo, Neymar está mais amadurecido, evitando cair em provocações dos adversários ou se enervar com as constantes entradas violentas. Muitos árbitros continuam coniventes, mas Neymar tem deixado de reclamar, de se jogar, preferindo pensar na próxima jogada e seguir em frente;

6 – Números – Em termos de estatísticas, esta temporada caminha para ser a melhor de Neymar na Europa. Com 19 gols em 25 jogos, ele já conquistou três títulos entre 2019 e 2020: Campeonato Francês; Copa da Liga Francesa e Copa da França;

7 – Dedicação – Mesmo sendo um jogador que nunca deixou de treinar, Neymar vinha sendo criticado por permitir que muitos fatores extra-campo se misturassem à sua rotina de jogador. Posts em redes sociais, a ida constante a festas, polêmicas familiares, rumores de retorno ao Barça estão com menos visibilidade. Ele está mais voltado ao seu rendimento dentro de campo. Finalmente Neymar parece ter ouvido o conselho de tantos especialistas, como do próprio Muricy Ramalho, seu técnico no Santos.

*Texto de Eugenio Goussinsky, do R7

Últimas