Cidades Saúde pede que população priorize vacina da Covid em campanha contra Influenza

Saúde pede que população priorize vacina da Covid em campanha contra Influenza

Além da vacinação contra a Covid-19, que já ultrapassa a marca de 290 mil pessoas imunizadas, a Prefeitura de João Pessoa também está imunizando contra a Influenza (gripe), que faz parte do Programa Nacional de Imunização. O chefe da Seção de Imunização da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), Fernando Virgolino, explicou que “se uma pessoa […]

Portal Correio
Vacina

Vacina

Portal Correio
Foto: Divulgação/Secom-JP

Além da vacinação contra a Covid-19, que já ultrapassa a marca de 290 mil pessoas imunizadas, a Prefeitura de João Pessoa também está imunizando contra a Influenza (gripe), que faz parte do Programa Nacional de Imunização.

O chefe da Seção de Imunização da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), Fernando Virgolino, explicou que “se uma pessoa faz parte do grupo prioritário para receber as vacinas da Covid e da Influenza, ela precisa levar em consideração que a mais importante neste momento é a da Covid, pois estamos em uma pandemia”.

Virgolino alertou ainda para a necessidade de respeitar o prazo entre as duas vacinas. “Quem tomar a vacina contra a Covid não pode tomar nenhuma vacina do calendário vacinal no período de 14 dias”, explicou ele, ressaltando que esse período de duas semanas é para evitar associação a eventos adversos pós-vacinação de outras vacinas com as da Covid.

Público-alvo

Nesse primeiro momento, estão sendo vacinadas contra a Influenza as crianças de seis meses a menores de 5 anos, 11 meses e 29 dias, gestantes e puérperas (mães no pós-parto – até 45 dias) e trabalhadores de saúde da Atenção Básica. A partir desta terça-feira (11), também serão incluídos os trabalhadores de rede especializada, professores e idosos a partir de 60 anos.

Já contra Covid, nesta segunda-feira (10) estão sendo aplicadas a segunda dose da Coronavac (Butantan) e Astrazeneca (Fiocruz) e primeira dose de gestantes e puérperas com e sem comorbidades, de pessoas com deficiência (30 anos ou mais), trabalhadores da saúde (25+) e adultos com 35 anos ou mais que tenham comorbidade (Pfizer). Com relação aos trabalhadores da saúde que tenham 25 anos ou mais e as pessoas com 35 anos ou mais com comorbidades serão imunizadas com a vacina Astrazeneca.

Últimas