Sem previsão de alta, Dominguinhos segue internado

Evolução do tratamento é boa, dizem médicos 

Cantor deu entrada no hospital com arritmia cardíaca e infecção pulmonar
Cantor deu entrada no hospital com arritmia cardíaca e infecção pulmonar Daia Oliver/R7

Internado há 11 dias no Hospital Santa Joana, em Recife (PE), o cantor e compositor Dominguinhos, de 71 anos, segue em coma induzido e respirando com a ajuda de aparelhos. Ele se recupera bem, de acordo com o último boletim médico, divulgado na manhã desta sexta-feira (28).

O sanfoneiro deu entrada no CTI (Centro de Terapia Intensiva) no dia 17, com um quadro de arritmia cardíaca e também com infecção pulmonar. No dia 22, os médicos colocaram um marca-passo temporário nele, o que controlou os batimentos do coração. O tratamento da infecção tem evoluído bem, com o uso de antibióticos. Dominguinhos luta contra um câncer pulmonar há seis anos.

Na terça-feira (25), começou a ser reduzida a medicação que mantém Dominguinhos em coma induzido. Ainda não há previsão de quando o sanfoneiro poderá acordar. Ele permanece respirando com a ajuda de aparelhos, que devem ser retirados apenas quando o cantor sair do coma.

Leia mais notícias de Cidades

Uma apresentação de Dominguinhos em homenagem a Luiz Gonzaga, no Réveillon em Brasília foi cancelada depois da internação dele.

Nascido em 1941, na cidade de Garanhuns (PE), José Domingos de Morais começou a carreira nos anos 50. É considerado um dos mais significantes instrumentistas da MPB. Recentemente, o sanfoneiro foi vencedor do Prêmio Shell de Música 2010. Ele também foi indicado, em 2007, ao Grammy Latino na categoria de melhor álbum regional, com o disco “Conterrâneos”

Veja mais notícias na nova home do Portal R7