Cidades Sesc apresenta a exposição Côrda, da artista Rafael Chavez

Sesc apresenta a exposição Côrda, da artista Rafael Chavez

A partir desta quarta-feira (21), o Sesc Paraíba coloca em cartaz mais uma exposição integrante da programação 2021 do projeto ExpoSesc. Nesta etapa, a artista visual campinense Rafael Chavez expõe suas inquietações sobre os modelos de representação do território sertanejo e as instâncias de corpos que se transmutam com a paisagem na exposição Côrda. Em […]

Portal Correio
Portal Correio

Portal Correio

Portal Correio
Foto: Divulgação

A partir desta quarta-feira (21), o Sesc Paraíba coloca em cartaz mais uma exposição integrante da programação 2021 do projeto ExpoSesc. Nesta etapa, a artista visual campinense Rafael Chavez expõe suas inquietações sobre os modelos de representação do território sertanejo e as instâncias de corpos que se transmutam com a paisagem na exposição Côrda. Em decorrência da pandemia da Covid-19, a exposição acontece de forma virtual e pode ser acessada gratuitamente até o dia 20 de agosto no site sescpb.com.br.

Côrda traz 10 pinturas inéditas em tinta acrílica realizadas pela artista. Figura constante nas obras, o corpo aparece em meio a um constante estado de devir e fragmentação. As visualidades corporais da ordem do queer, somada a dissolução de um corpo-paisagem referendam Côrda como um levante de dissidência dos regimes de vivência do corpo e da natureza e lança reflexões sobre territorialização da cultura.

Côrda é uma palavra polissêmica capaz de atinar tanto para a junção das palavras cor + da (referente à cor de alguma coisa), como para o sentido de corda, objeto de ligação e resistência que alude com facilidade ao Sertão.

Rafael Chavez

Nasceu em 1996, na cidade de São Mamede, próximo a Santa Luzia, cidade onde cresceu. Filha de uma pedagoga, passou seus primeiros 16 anos de vida morando nas escolas de sua mãe e concluiu o ensino médio em 2014. Logo depois, em 2015, entra para o curso de Arquitetura e Urbanismo, na cidade de João Pessoa, porém tranca o curso para seguir a carreira artística. Em 2018, se muda para o Rio de Janeiro, com o intuito de começar a ser independente financeiramente através de sua arte.

Rafael é uma jovem artista trans não-binaria de formação autodidata e possui habilidades técnicas em escultura e pintura com uso de tinta acrílica e óleo. Sua poética e pesquisa vem se desenvolvendo a partir das relações entre corpo, paisagem e território, enfatizando as relações de pertencimento do sertão nordestino e das corporeidades queers e desviantes.

O projeto

O ExpoSesc já se configura como o maior projeto de artes visuais da Paraíba e tem como objetivo conceder espaço, público e visibilidade aos artistas paraibanos, tanto os que já são consagrados no cenário como os artistas emergentes que surgem a cada ano.

De forma gratuita, o projeto forma um calendário de exposições ao longo do ano nas diversas linguagens – pintura, escultura, desenho, fotografia, instalação, entre outros -, e expõe as propostas selecionadas via edital em espaços dedicados nas cidades de João Pessoa e Campina Grande.

Desta forma, o ExpoSesc assume o compromisso de difusão da produção e registro das artes visuais paraibanas, democratizando o acesso à cultura.

Últimas