Cidades Sinfônica de João Pessoa apresenta trompista Adriano Lima neste sábado

Sinfônica de João Pessoa apresenta trompista Adriano Lima neste sábado

A edição deste sábado (10) da série ‘Recitais Digitais’ terá como convidado o trompista Adriano Lima, da Orquestra Sinfônica Municipal de João Pessoa (OSMJP). O programa vai ao ar a partir das 18h, sendo transmitido pelo canal da OSMJP, no YouTube. “Teremos, mais uma vez, a oportunidade de ouvir um dos instrumentos mais complexos e […]

Portal Correio
Portal Correio

Portal Correio

Portal Correio
Foto: Reprodução/Instagram/adrianoarcanjoo

A edição deste sábado (10) da série ‘Recitais Digitais’ terá como convidado o trompista Adriano Lima, da Orquestra Sinfônica Municipal de João Pessoa (OSMJP). O programa vai ao ar a partir das 18h, sendo transmitido pelo canal da OSMJP, no YouTube.

“Teremos, mais uma vez, a oportunidade de ouvir um dos instrumentos mais complexos e de maior dificuldade de execução da família sinfônica, a trompa. Indispensável na música sinfônica, transita muito bem na música popular e a prova disso é a seleção de repertório que Adriano Lima, jovem virtuose deste instrumento e membro da OSMJP, nos apresenta nesta edição dos Recitais Digitais”, declarou o maestro Samuel Espinoza, coordenador do programa.

Ele ressaltou que o público online terá a oportunidade de ouvir a trompa solo e em formações camerísticas, com obras de Schubert a Sivuca, passando pela música latino-americana através do ‘Tanguito’, de Dante Yenque. “Tudo com uma performance primorosa por parte do solista e dos seus convidados”, acrescentou o maestro Espinoza.

“Para nós, músicos da orquestra, que estamos parados, sem ter contato com os colegas músicos, sem ter gente para tocar, a série Recitais Digitais é uma ideia genial. Com ela, a gente voltou a produzir. Eu produzi material novo, pude sentir a sensação do palco novamente, o nervosismo para gravar”, declarou Adriano Lima.

Sem pisar no palco desde dezembro de 2019, quando participou do último concerto coletivo, ele afirmou que ter algo para se manter ativo profissionalmente tem sido fantástico.

“O Recitais Digitais é uma vitrine para nós da orquestra. Temos a oportunidade de nos apresentarmos como solistas. E, para o momento de pandemia, é como se fosse uma injeção de ânimo. Temos algo para nos estimular, estudar e nos mantermos ativos”, disse.

Últimas