Cidades Sustentação de linha férrea é destruída por moradores para escoamento de água

Sustentação de linha férrea é destruída por moradores para escoamento de água

Um grupo de moradores da comunidade entre Salina Ribamar e Renascer, em Cabedelo, na Grande João Pessoa, destruiu a infraestrutura da via férrea para escoar a água que estava empoçada no local, nessa quinta-feira (13). A Companhia Brasileira de Trens Urbanos em João Pessoa (CBTU) constatou que eles destruíram o lastro e o sub-lastro que […]

Portal Correio
Operação de trens ficou mais lenta no trecho (Vídeo: Divulgação/CBTU-JP)

Um grupo de moradores da comunidade entre Salina Ribamar e Renascer, em Cabedelo, na Grande João Pessoa, destruiu a infraestrutura da via férrea para escoar a água que estava empoçada no local, nessa quinta-feira (13).

A Companhia Brasileira de Trens Urbanos em João Pessoa (CBTU) constatou que eles destruíram o lastro e o sub-lastro que dão sustentação e segurança à via e deixaram os trilhos expostos sem fixação.

Nesta sexta-feira (14), equipes da CBTU e da Prefeitura de Cabedelo foram ao local para consertar o que foi destruído. O tráfego ferroviário no trecho danificado opera com velocidade restrita, embora as viagens estejam sendo realizadas normalmente.

A CBTU informou que acionou a Coordenadoria Jurídica para tomar as providências cabíveis no sentindo de responsabilizar os moradores pelo ato, bem como evitar que outros grupos possam copiar a iniciativa.

“De acordo com o Código Penal – Decreto Lei nº 2.848 de 07 de Dezembro de 1940, em seu artigo 260 – Impedir ou perturbar serviço de estrada de ferro, o crime com pena de reclusão, de dois a cinco anos, e multa”, explicou a companhia.

Últimas