Coronavírus

Cidades Veja o cronograma de vacinação contra a covid em SP e 9 capitais

Veja o cronograma de vacinação contra a covid em SP e 9 capitais

Capital paulista deve retomar imunização nesta quarta-feira (23), após interrupção por problemas no envio das doses aos postos

  • Cidades | Do R7

Capitais do país suspenderam vacinação contra a covid-19 por falta de doses

Capitais do país suspenderam vacinação contra a covid-19 por falta de doses

Pixabay

Os problemas no envio de estoques dos imunizantes contra a covid-19 pelo Ministério da Saúde provocaram alterações do cronograma de vacinação nesta quarta-feira (23) em importantes cidades brasileiras, casos de Salvador (BA), Porto Alegre (RS), São Paulo e Cuiabá (MT).

De acordo com dados disponibilizados pelo governo federal, 66.673.026 de brasileiros (ou 31,49% da população) já receberam a primeira dose da vacina e mais 24.731.425 (11,68%) também foram imunizados com a segunda dose.

São Paulo

A Prefeitura de São Paulo deve retomar, nesta quarta, a vacinação contra a covid-19 para pessoas de 49 anos e também a repescagem para o grupo de 50 a 59 anos.

Na quinta, será realizada a imunização será para pessoas com 48 anos e, na sexta (25) e sábado (26), o grupo com 45, 46 e 47 anos receberá o imunizante.

Na terça-feira (22), o governo municipal havia suspendido a imunização da população, após centenas de unidades de saúde ficarem desabastecidas no dia anterior. A gestão do prefeito Ricardo Nunes (MDB) informou que os estoques serão repostos com o repasse de 188 mil doses previsto pelo governo do estado.

O paulistano pode obter mais informações sobre o calendário de vacinação na cidade no site Vacina Sampa, atualizado pela administração municipal.

Salvador

A Prefeitura de Salvador informou que aplicação da primeira e segunda doses das vacinas contra o novo coronavírus está suspensa nesta quarta (23) e quinta-feira (24).

Segundo informações da administração soteropolitana, a retomada da imunização depende da chegada de novo lote — que deve ser enviado pelo Ministério da Saúde. A estratégia é voltar a vacinar a população na próxima sexta-feira (25).

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde de Salvador, já foram imunizados aqueles que precisavam completar o esquema vacinal com a data marcada até 30 de junho.

Curitiba

A Prefeitura de Curitiba pretende vacinar profissionais da educação com 18 anos ou mais nesta quarta-feira, conforme informações publicadas no site da administração municipal.

No entanto, o número de doses disponíveis em estoque – cerca de oito mil – é insuficiente para imunizar a próxima faixa etária da população em geral (49 anos), que tem um público estimado de 19 mil pessoas.

Também não haverá repescagem dos grupos já abertos em Curitiba — que já vacinou 71.3261 pessoas com a primeira dose e aplicou mais 23.5943 segundas doses na população.

Porto Alegre

A Prefeitura de Porto Alegre suspendeu a aplicação da primeira dose das vacinas nesta quarta-feira em razão da falta de imunizantes.

Segundo a SMS (Secretaria Municipal da Saúde) da capital gaúcha, em função do baixo quantitativo, no momento, a vacinação de dose 1 pode ser agendada apenas via aplicativo 156+POA, enquanto houver horários disponíveis.

A SMS informou também, no site da prefeitura porto-alegrense, que aguarda o recebimento de novas remessas para retomar a imunização de dose 1. Estarão disponíveis a dose 2 de Astrazeneca, Coronovac e Pfizer em seis unidades de saúde.

A vacinação contra Covid-19 será mantida, nesta quarta-feira, 23, em Porto Alegre, para pessoas que precisam fazer a segunda dose e completar o esquema vacinal.

Rio de Janeiro

A capital do estado fluminense deve realizar a imunização de pessoas com 49 anos ou mais, a repescagem para profissionais da educação, gestantes e puérperas (mulheres que deram à luz nos últimos 45 dias).

O site da Prefeitura do Rio de Janeiro pode ser acessado pela população carioca para obter mais informações sobre o cronograma atualizado da vacinação na cidade do Rio de Janeiro.

Belo Horizonte

Em Belo Horizonte, capital mineira, a prefeitura ampliou a vacinação após o recebimento de nova remessa de imunizantes.

Agora, já podem ser vacinadas as gestantes (independentemente do período gestacional) e puérperas sem comorbidades.

Além disso, o público que por alguma razão não concluiu o esquema vacinal com a CoronaVac poderá se imunizar, conforme anunciou o site da Prefeitura de BH.

Cuiabá

A Prefeitura de Cuiabá recebeu um lote da vacina CoronaVac que deverá ser utilizado apenas em lactantes e na aplicação de segunda dose dos atrasados.

Em razão da falta de imunizantes, a capital mato-grossense, no site oficial da administração, informou que não poderá vacinar demais grupos a partir desta quarta (23).

São Luís

A cidade de São Luís, capital do Maranhão, que vive uma realidade diferente em relação à vacinação, se comparada com outras metrópoles no país, se tornou a a primeira capital brasileira a encerrar a vacinação de jovens de 18 anos sem comorbidades.

De acordo com a prefeitura municipal, em cinco meses de campanha, 80,01% da população adulta da cidade recebeu a primeira dose do imunizante.

Assim, o município se prepara para as próximas etapas da campanha e deve priorizar a vacinação dos retardatários — pessoas que não conseguiram se imunizar no prazo. O site da Prefeitura de São Luís contém mais informações sobre o cronograma.

Recife

A cidade de Recife está vacinando pessoas residentes no município dos 43 aos 59 anos. O cadastro para a imunização pode ser feito no site da administração da capital pernambucana.

Belém

Belém do Pará deverá vacinar, nesta quarta-feira (23), os grupos prioritários os quilombolas, portuários, profissionais das forças de segurança e rodoviários.

Diferentemente de outros cronogramas, a vacinação na capital paraense ocorre com lista fechada — os nomes das pessoas que serão vacinadas foram repassados por lideranças dos grupos e categorias.

Além disso, serão vacinados 630 moradores do Combú incluindo aqueles que têm entre 40 a 49 anos, grávidas e puérperas, além profissionais de outros órgãos e aqueles que atuam no Porto Dias — e devem receber a segunda dose de imunizante.

Mais informações sobre a vacinação na cidade podem ser obtidas no portal da Prefeitura de Belém.

Últimas