Click Gratis Auxílio Emergencial: Confira dicas para empreender com este dinheiro

Auxílio Emergencial: Confira dicas para empreender com este dinheiro

Os brasileiros já começaram a receber os primeiros depósitos da rodada de 2021 do Auxílio Emergencial, um programa do governo com o principal objetivo de levar algum tipo de renda para as pessoas que perderam emprego ou não conseguem desenvolver suas atividades profissionais durante o período de pandemia de Covid-19 no país. 

Os valores diminuíram consideravelmente quando comparado com os primeiros depósitos que foram feitos no primeiro semestre de 2020. O Auxílio Emergencial foi criado pagando um valor de R$ 600 por pessoa, com a possibilidade de ter até duas pessoas do mesmo grupo familiar recebendo os valores. Depois disso, este valor foi reduzido para R$ 300 na sua primeira renovação, ainda em 2021. Agora, para este ano os valores serão de R$ 250, limitando para apenas uma pessoa por família.

Mesmo sendo considerado como um valor baixo, muitos especialistas afirmam que este dinheiro pode ajudar aqueles que desejam começar uma nova empresa, o que pode fazer com que este dinheiro se torne uma espécie de investimento, no qual as pessoas poderão obter ganhos um pouco maiores com o passar do tempo. 

Veja também:

3 formas fáceis de investir seu dinheiro hoje 5 canais do Youtube que falam sobre economia e você deveria conhecer Auxílio Emergencial: Saiba como atualizar o seu Caixa Tem

Independentemente das ideias que as pessoas tenham, é muito importante levar em consideração algumas coisas. É fundamental que as pessoas não façam nenhum tipo de investimento que possa ser considerado muito arriscado. Portanto, o ideal sempre é ir por um caminho no qual as pessoas vão investir em uma atividade na qual ela já tenha um determinado domínio ou que goste muito. 

Auxílio Emergencial: Confira dicas para empreender com este dinheiro

Auxílio Emergencial: Confira dicas para empreender com este dinheiro

Click Grátis - Notícias

Confira algumas dicas de negócios que podem ser iniciados com os valores pagos do Auxílio Emergencial:

Negócios envolvendo comida

Essa é uma das opções que acabaram se tornando mais viáveis para quem queria abrir um negócio no meio de uma pandemia, especialmente aqueles negócios que já foram criados pensando no delivery. O bom é que realmente é uma atividade que pode ser iniciada com pouco dinheiro, mas isso, é claro, vai depender do que a pessoa realmente pretende fazer. Uma dica é fazer uma boa pesquisa na internet, pois hoje em diz existem diversos tipos de conteúdo gratuitos que ensinam a fazer os mais variados tipos de pratos. 

Filhos de aluguel

Este é um tipo de profissional que está crescendo muito. Afinal de contas, a tecnologia está cada vez mais presente e necessária da vida das pessoas. Mas nem sempre o público mais velho consegue acompanhar tudo o que acontece em termos de novidades e também entender como funcionam computadores, smartphones, aplicativos e similares. Por isso, o filho de aluguel surge para atender uma demanda de mercado, que nada mais é do que fazer este tipo de atividade que envolve tecnologias para pessoas mais velhas. Este tipo de negócio pode ser iniciado apenas com um investimento baixo em propaganda, por exemplo. 

Passeador e cuidador de animais

Com a pandemia, muitas pessoas deixaram de sair de suas casas para fazer atividades que possam ser consideradas como desnecessárias. E os passeios com os cachorros acabaram sofrendo redução em muitas regiões. O problema é que estes momentos realmente são importantes para os animais, especialmente quando eles moram dentro de apartamentos, por exemplo. Por isso, um passeador de animais pode justamente oferecer o serviço de dar uma boa caminhada com o pet pelas ruas do bairro. 

Roupas customizadas

Ao contrário do que muitos poderiam pensar, o segmento de roupas e acessórios continuou aquecido durante a pandemia. Mas, é claro, que as lojas tiveram que se adaptar, dando mais atenção para as vendas online. Mas qualquer pessoa pode começar a vender roupas pela internet, muitas vezes utilizando apenas suas redes sociais para divulgar. E um movimento que cresce muito é o de compras de peças personalizadas, em uma tentativa das pessoas fugirem das roupas que são sempre as mesmas. Uma boa ideia de negócio é comprar camisetas simples, brancas e pretas, customizar e depois vender, colocando uma boa margem em cima. 

Produtos de beleza

Algumas marcas grandes e consolidadas do segmento de beleza permitem que qualquer pessoa se torne uma revendedora com um investimento muito baixo. Por exemplo, A Embelleze oferece um kit inicia para quem deseja começar a vender que custa cerca de R$ 200. Dessa forma as pessoas podem levar os produtos até a casa das outras pessoas ou anunciar pela internet, o que também dá certo. 

Reparos em geral

Uma outra área que cresceu, em termos de procura, nos últimos meses. Afinal de contas, com as pessoas ficando mais tempo em casa, consequentemente surgem mais necessidades de reparos. Portanto, este é um negócio que também pode ser interessante, especialmente para quem domina alguns reparos específicos internos. 

Últimas