Click Gratis Conheça alguns itens históricos famosos que se perderam ao longo do tempo

Conheça alguns itens históricos famosos que se perderam ao longo do tempo

Itens misteriosos, objetos importantes e tesouros escondidos acabaram se tornando parte importante da história e da cultura humana de uma forma geral. Em diversas culturas e sociedades existem histórias de objetos que acabaram estando presentes em determinados momentos marcantes e que acabaram se tornando um importante símbolo daquele momento ou das pessoas que estavam diretamente envolvidas. 

E, como não poderia deixar de acontecer, estes objetos passaram a ser considerados como peças fundamentais em determinadas histórias contadas. Sejam elas lendas, mitos, ou partes das crenças religiosas que se tornaram a base da fundação de determinados povos e culturas. E, quanto mais o tempo passa dos acontecimentos, mais misterioso estes objetos acabam ficando, ainda mais quando eles acabam simplesmente desaparecendo. 

Conheça cinco itens históricos que são considerados muito importantes para a história de determinadas regiões, mas que acabaram simplesmente desaparecendo:

Retrato de um Jovem

Click Grátis - Notícias

Click Grátis - Notícias

Click Grátis - Notícias

Essa foi uma pintura que acabou se tornando uma das mais famosas e clássicas do pintor Rafael e que, muitas vezes, é considerada como um auto-retrato, apesar desta informação nunca ter sido confirmada de fato. Ela foi feita em óleo painel, sendo que historiadores afirmam que ela teria sido feita entre os anos de 1513 e 1514. Os traços faciais são percebidos por especialistas como compatíveis, senão claramente idênticos, ao único autorretrato indubitável de Raphael em seu fresco A escola de Atenas no Vaticano, identificado como tal por Vasari.

Veja também:

5 curiosidades sobre o metrô secreto na Rússia 5 curiosidades sobre O Segundo Reinado no Brasil Confira algumas curiosidades sobre a Condessa de Barral

Até os eventos da Segunda Guerra Mundial, a pintura original pertencia à coleção do Príncipe Czartoryski, da Polônia. Mas acabou sendo roubada por soldados nazistas e enviada a Berlim para que se tornasse parte da coleção oficial de Hitler. Mas, durante o trajeto, essa pintura acabou sendo perdida e nunca mais foi encontrada. 

Homem de Pequim

Click Grátis - Notícias

Click Grátis - Notícias

Click Grátis - Notícias

Este foi o nome dado para os fósseis que foram encontrados no ano de 1930 e que pertenciam a um Homo erectus. Este foi um objeto que realmente se tornou tão importante para as pesquisas feitas naquela região que foi considerado como patrimônio nacional da China. De acordo com as pesquisas feitas, a ossada era datada de quase 750 mil anos atrás. Por isso mesmo acabou se tornando de valor inestimável para paleontologia. 

No ano de 1941, estes ossos acabaram sendo colocados em caixas que tinham como destino final os Estados Unidos. Mas, durante o trajeto, essas caixas se perderam e nunca mais foram encontradas. Segundos relatos e histórias que foram contadas sobre a situação, existe uma forte possibilidade que os fósseis estejam enterrados em uma área industrial, que foi completamente asfaltada. 

Taça Jules Rimet

Conheça alguns itens históricos famosos que se perderam ao longo do tempo

Conheça alguns itens históricos famosos que se perderam ao longo do tempo

Click Grátis - Notícias

O troféu que se ganha ao final de um evento esportivo é muito importante, afinal de contas, acaba se tornando o símbolo máximo da superação dos adversários. E os troféus das competições reconhecidas mundialmente também acabam sendo considerados valiosos, não apenas pela sua representatividade, mas também pelos materiais que costumam ser utilizados na sua fabricação. A taça Jules Rimet entra nesta categoria, sendo dada ao país campeão da Copa do Mundo de Futebol, sendo que ela ficava 4 anos em posse do troféu, até passar para outro país. 

Mas, no ano de 1970, O Brasil ganhou a posse definitiva do troféu, já que tinha conquistado a Copa do Mundo pela terceira vez. Mas, no ano de 1983, três homens invadiram a sede da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e roubaram a preciosa taça. Mesmo com toda uma campanha nacional feita para que fosse devolvida a taça, ela nunca mais foi vista. Tudo indica que tenha sido derretida e vendida como um lote de ouro. 

Espada Honjo Masamune

Click Grátis - Notícias

Click Grátis - Notícias

Click Grátis - Notícias

Espadas sempre foram considerados como objetos muito importantes dentro da cultura oriental. Essa em participar foi uma das edições lendárias de espada criada por uma das pessoas que se tornaram referência no assunto, o espadachim Masamune, que viveu durante o período Ukiyo-e. 

A espada teria sido utilizada pela primeira vez na Batalha de Kawanakajima, em 1561. Depois disso, o objeto seria passado de geração em geração dentro da família Tokugawa, que comandou o Japão por 250 anos. E, desta forma, se seguiu até a Segunda Guerra Mundial, quando a espada foi entregue aos norte-americanos como rendição. Mas a espada foi considerada como perdida no trajeto até o país vencedor da Guerra. 

Medusa de Da Vinci

Click Grátis - Notícias

Click Grátis - Notícias

Click Grátis - Notícias

Um outro caso de obra de arte que simplesmente foi perdida com o passar do tempo. Mas, neste caso, a obra é considerada como um dos casos de desaparecimento mais estranhos da história da arte. Relatos indicam que o pintor realmente fez a pintura, baseada na lenda grega da Medusa, de tal forma que teria assustado o pai de Da Vinci. E este acabou se tornando o único relato registrado da existência de tal peça. 

Existem até muitos historiadores que duvidam que essa pintura realmente tenha existido de verdade. 

Últimas